Chumbo do OE limita acesso a bolsas universitárias no interior

  • ECO
  • 1 Dezembro 2021

Afinal, o Programa +Superior vão disponibilizar 2.420 bolsas, no próximo ano letivo, e não três mil, como chegou a estar previsto no OE2022.

A proposta de Orçamento do Estado para 2022 previa até três mil bolsas para estudantes, ao abrigo do Programa +Superior, para o próximo ano letivo, mas com a reprovação desse documento serão concedidas 2.420, avança o Jornal de Notícias (acesso pago), esta quarta-feira.

A esse jornal, o Governo explica que o chumbo do OE2022 e a gestão em duodécimos reduzem a margem para avançar com os apoios em questão. As 2.420 bolsas são “o número possível no atual quadro orçamental“, salienta fonte do Executivo.

O Programa +Superior apoia a frequência de estudantes economicamente carenciados em instituições em regiões com menor procura e pressão demográfica. Trata-se, pois, de um apoio à mobilidade no valor de 1.700 euros anuais. Nos últimos anos, a procura tem superado largamente a oferta.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Chumbo do OE limita acesso a bolsas universitárias no interior

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião