Hóspedes mais do que duplicam em outubro para 2,1 milhões

  • Lusa
  • 15 Dezembro 2021

Hóspedes em alojamento turístico mais do que duplicam em outubro (115,5%) para 2,1 milhões, mas mantêm-se abaixo dos níveis de 2019 em 14,6%, segundo dados divulgados esta quarta-feira pelo INE.

O número de hóspedes em alojamento turístico mais do que duplicou (115,5%) em outubro, para 2,1 milhões, ainda abaixo de mês homólogo de 2019, antes da pandemia, divulgou esta quarta-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE).

“O setor do alojamento turístico registou 2,1 milhões de hóspedes e 5,5 milhões de dormidas em outubro de 2021, correspondendo a aumentos de 115,5% e 139,0%, respetivamente (+52,3% e +58,5% em setembro, pela mesma ordem). Face a outubro de 2019, o número de hóspedes diminuiu 14,6% e as dormidas decresceram 13,5%”, regista o INE nas estatísticas da atividade turística no mês de outubro.

Segundo a nota, o mercado interno contribuiu com 2,0 milhões de dormidas e aumentou 65,4%, “continuando a superar os níveis do período homólogo de 2019”, após registar um crescimento de 28,2%.

Por sua vez, as dormidas de não residentes totalizaram 3,5 milhões, sendo “o valor mais elevado desde outubro de 2019” e triplicado “face a outubro de 2020”. Ainda assim, este indicador desceu 26,7% face a outubro de 2019.

No acumulado dos primeiros dez meses do ano, verificou-se um aumento de 45,9% nos proveitos totais e de 47,8% nos relativos a aposento face a 2020, enquanto face a 2019 estes pontos baixaram 49,1% e 49,0%, respetivamente.

Em outubro, 24,2% dos estabelecimentos de alojamento turístico estiveram encerrados ou não registaram movimento de hóspedes (20,5% em setembro).

O Algarve concentrou 29,0% de todas as dormidas em outubro, seguindo-se a Área Metropolitana de Lisboa (24,1%), o Norte (16,0%) e a Região Autónoma da Madeira (11,9%).

Nos primeiros dez meses do ano, todas as regiões apresentaram crescimentos no número de dormidas, com destaque para os Açores (+114,0%) e a Madeira (+59,1%).

Entre janeiro e outubro, registaram-se aumentos em todas as regiões no número de dormidas de residentes, com destaque para a Madeira (+106,6%), Açores (+97,6%) e Algarve (+35,7%).

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Hóspedes mais do que duplicam em outubro para 2,1 milhões

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião