Esta é a nova administração da CGD liderada por Paulo Macedo

  • ECO
  • 20 Dezembro 2021

O banco público continua a ser liderado pelo ex-ministro da Saúde, Paulo Macedo, mas há mexidas na equipa que o acompanha.

Quase meio ano depois, o Banco Central Europeu (BCE) concluiu a avaliação da idoneidade dos gestores propostos para fazerem parte da nova administração da Caixa Geral de Depósitos (CGD). O banco público continuará a ser liderado pelo ex-ministro da Saúde do Governo PSD/CDS, Paulo Macedo, mas conta com nomes novos na equipa para o mandato de 2021 até 2024.

É o caso de António Farinha de Morais, ex-administrador do BPI, que fica no lugar de chairman (presidente não executivo do conselho de administração), substituindo Rui Vilar. Na equipa executiva, as novidades estão em Manuela Ferreira (quadro da Caixa) e Madalena Talone (que também vem do BPI).

Cabe ao acionista Estado (através da tutela do Ministério das Finanças) propor os nomes, que depois terão de ser aprovados pelo supervisor europeu, o BCE, através do chamado processo fit & proper. A “luz verde” chegou e esta segunda-feira o Ministério das Finanças anunciou a nova administração em comunicado, congratulando-se com a trajetória do banco nos últimos anos.

O novo mandato traz uma mudança no modelo de governação que passa pela redução do conselho de administração da CGD para 17 elementos, em vez dos atuais 20, e também pela extinção do conselho fiscal, o qual dará lugar ao conselho de auditoria. Há 11 homens e seis mulheres na nova equipa aprovada.

Nova composição do Conselho de Administração da Caixa Geral de Depósitos:

  1. Presidente Conselho de Administração (não executivo): António Farinha Morais;
  2. Vice-Presidente e Presidente da Comissão Executiva: Paulo José de Ribeiro Moita de Macedo;
  3. Vogal Executivo: José João Guilherme;
  4. Vogal Executivo: Francisco Ravara Cary;
  5. Vogal Executivo: João Paulo Tudela Martins;
  6. Vogal Executivo: Maria João Borges Carioca Rodrigues;
  7. Vogal Executivo: Nuno Alexandre de Carvalho Martins;
  8. Vogal Executivo: Madalena Rocheta de Carvalho Talone;
  9. Vogal Executivo: Maria Manuela Martins Ferreira;
  10. Vogal Não Executivo e Presidente da Comissão de Auditoria: António Alberto Henrique Assis;
  11. Vogal Não Executivo e Vogal da Comissão de Auditoria: José António da Silva
    Brito;
  12. Vogal Não Executivo e Vogal da Comissão de Auditoria: Maria del Carmen Gil Marín;
  13. Vogal Não Executivo e Vogal da Comissão de Auditoria: Maria João Martins
    Ferreira Major;
  14. Vogal Não Executivo: Arlindo Manuel Limede de Oliveira;
  15. Vogal Não Executivo: Hans-Helmut Kotz;
  16. Vogal Não Executivo: Luís Filipe Coimbra Nazaret;
  17. Vogal Não Executivo: Monique Eugénie Hemerijck.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Esta é a nova administração da CGD liderada por Paulo Macedo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião