CEO da Apple recebeu quase 100 milhões de ordenado em 2021

  • ECO
  • 7 Janeiro 2022

Os perto de 100 milhões de dólares pagos pela Apple a Tim Cook representam um aumento de 500% face ao recebido pelo gestor em 2020.

O CEO da Apple, Tim Cook, recebeu 98,7 milhões de dólares de ordenado em 2021, ano em que completou uma década aos comandos da gigante tecnológica, revela o The Wall Street Journal (acesso pago).

Estes quase 100 milhões de dólares pagos ao gestor representam um aumento de 500% face ao que recebeu em 2020 (cerca de 14,8 milhões de dólares), de acordo com as informações enviadas pela Apple à CMVM norte-americana.

No ano passado, o vencimento base de Tim Cook permaneceu inalterado nos três milhões de dólares por mês, pelo que a maior parte do aumento da remuneração adveio do recebimento de ações avaliadas em 82,3 milhões de dólares.

No ano fiscal de 2021, as vendas da Apple atingiram os 365 mil milhões de dólares, um nível recorde. Na semana passada, a Apple tornou-se a primeira cotada do mundo a atingir os três biliões de dólares em valor de mercado, tendo desvalorizado desde então, acompanhando a queda da generalidade dos mercados.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

CEO da Apple recebeu quase 100 milhões de ordenado em 2021

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião