BNZ nomeia Luis Selva como diretor-geral

O profissional vai liderar ativos solares europeus em desenvolvimento entre Portugal, Itália e Espanha.

A BNZ nomeou Luis Selva como o novo diretor-geral da empresa. O profissional vai liderar uma equipa focada na consolidação da organização e terá como principais responsabilidades alcançar e ultrapassar o objetivo de 1,5 GW de investimento em ativos solares europeus em desenvolvimento entre Portugal, Itália e Espanha, até 2024; bem como assegurar a conformidade da BNZ com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU.

“Estou muito satisfeito por fazer parte deste impressionante projeto. A BNZ é uma IPP com um futuro promissor e que opera em mercados com grande potencial para o desenvolvimento de energias renováveis, tais como Portugal, Itália e Espanha. É muito gratificante poder juntar-me a esta equipa extraordinária e trazer a minha experiência para avançarmos juntos”, afirma o novo diretor-geral, em comunicado.

Luis Selva desenvolveu uma carreira de quase duas décadas no setor das energias renováveis, tendo passado por empresas como a Ingeteam e a O&M Solutions. O profissional junta-se agora à BNZ, depois de ter estado na QBI Solutions, onde desempenhou o papel de CCO, fornecendo software de gestão de ativos para a indústria das energias renováveis.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

BNZ nomeia Luis Selva como diretor-geral

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião