Unicórnio Remote lança programa de apoio gratuito à contratação de refugiados

O "Remote for Refugee" destina-se a empregadores que contratam refugiados em qualquer um dos países em que a Remote está presente.

A Remote está a oferecer os seus serviços globais de apoio à contratação para todos os trabalhadores refugiados que vivam em países onde a empresa está presente. O unicórnio de ADN português acaba de lançar o “Remote for Refugees”, um programa que promete tornar mais fácil e rentável para as empresas a contratação de refugiados. O objetivo é capacitar as organizações a nível mundial para apoiarem os profissionais refugiados.

“Temos vindo a trabalhar com governos e organizações que fornecem recursos aos refugiados para encontrar soluções conjuntas que os ajudem a reconstruir as suas vidas. Este trabalho é mais urgente do que nunca, com milhões de pessoas a serem deslocadas do Afeganistão, Síria e outros países devastados pela guerra”, começa por dizer Job van der Voort, CEO e cofundador da Remote, jutamente com o português Marcelo Lebre, numa publicação no blogue do unicórnio.

Se está a contratar pessoas refugiadas, fale com a equipa da Remote e saiba mais sobre o programa aqui.

“Como empresa que permite oportunidades globais de emprego, sentimos que é nossa responsabilidade moral ajudar os refugiados a recuperarem através de um emprego digno”, continua.

“A nossa missão é abrir o vasto potencial de qualquer pessoa, negócios e países, construindo um mundo onde todos podemos evoluir. Emprego digno é uma força multiplicadora, permitindo aos refugiados reconstruir a sua vida e contribuir para as comunidades onde residem. Melhores oportunidades de emprego enriquecem as comunidades e dão lugar a mais perspetivas diversas”, defende o CEO.

Como funciona o “Remote for Refugees”?

  • Quem é elegível para o programa?

“Esta oferta está disponível para todos os refugiados que possam mostrar documentação sobre o seu estatuto de refugiado e tenham o direito de trabalhar ou uma autorização de trabalho no seu país de acolhimento”, detalha a Remote.

  • Esta oferta vai manter-se ativa por quanto tempo?

“Enquanto a pessoa tiver o estatuto de refugiado, este desconto especial aplicar-se-á. Pretendemos manter o programa aberto durante, pelo menos, os próximos cinco anos, com vista a prolongar o programa.”

  • Em que países de acolhimento é que o programa pode ser ativado?

“Desde que o refugiado tenha o direito legal de trabalhar, podemos empregá-los em qualquer país onde tenhamos uma entidade. Verifique no nosso country explorer os países abrangidos. Se é refugiado e não tem a certeza se tem o direito de trabalhar no seu novo país, recomendamos vivamente que discuta a sua situação com o seu representante de realojamento ou autoridade local.”

  • Sou refugiado. Como posso ativar o programa?

“O ‘Remote for Refugee’ é destinado a empregadores que contratam refugiados. Se for refugiado, e já estiver a falar com um empregador, pode informá-los sobre esta oferta ou acrescentar uma nota no seu CV.”

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Unicórnio Remote lança programa de apoio gratuito à contratação de refugiados

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião