Horta Osório recebe 3,6 milhões de euros por nove meses no Credit Suisse

Imprensa internacional avança que o banqueiro português não será restringido por cláusulas de não-cumprimento e é livre de assumir outras posições quando assim o desejar.

António Horta Osório recebeu 3,66 milhões de euros de remunerações pelos nove meses que exerceu funções como chairman no Credit Suisse, incluindo um pagamento em dinheiro de aproximadamente um milhão de euros relativos a uma componente do salário em ações, noticia o Financial Times esta quarta-feira.

Depois de ter violado, por duas ocasiões, as regras de quarentena na Suíça e no Reino Unido, António Horta Osório acabou por renunciou o cargo de chairman do banco suíço, cerca de nove meses depois de ter assumido funções. O banqueiro português não estará sujeito a cláusulas de incumprimento contratual e é livre de ir desempenhar outras funções em qualquer empresa quando assim o desejar.

Quando António Horta Osório assumiu o cargo de chairman do Credit Suisse, terá sido acordado que ganharia três milhões de francos suíços por ano (perto de 2,9 milhões de euros), mais um prémio de 1,5 milhões de francos suíços (1,44 milhões de euros) em ações do banco ao longo de quatro anos.

Os 3,66 milhões de euros que recebeu representam três quartos do que teria direito anualmente. Contas feitas, Horta Osório recebeu cerca de 406 mil euros por mês.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Horta Osório recebe 3,6 milhões de euros por nove meses no Credit Suisse

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião