Custo da dívida pública emitida por Portugal em 2021 subiu para 0,6%

  • Lusa
  • 27 Janeiro 2022

O custo da dívida emitida por Portugal fixou-se em 0,6% em 2021, acima dos 0,5% registados em 2020.

O custo da nova dívida emitida por Portugal no ano passado subiu ligeiramente face a 2020, fixando-se em 0,6%, segundo os dados do IGCP – Agência de Gestão de Tesouraria e da Dívida Pública, divulgados esta quinta-feira.

De acordo com o boletim mensal da instituição presidida por Cristina Casalinho, o custo da dívida emitida por Portugal fixou-se em 0,6% em 2021, acima dos 0,5% registados em 2020, o mínimo histórico desde, pelo menos, 2010, quando se iniciam os registos do IGCP.

O ano passado foi, assim, o primeiro ano em que o custo da dívida emitida por Portugal subiu ligeiramente desde que iniciou a trajetória descendente após 2011, quando o país pediu assistência financeira internacional. Naquele ano, o custo que Portugal pagou por emitir nova dívida atingiu o máximo histórico de 5,8%.

Em 2019 o custo da dívida fixou-se em 1,1%, tendo caído para 0,5% em 2020. O boletim divulgado esta quinta-feira não disponibiliza ainda dados sobre o custo do ‘stock’ da dívida em 2021, sendo a última referência relativa ao ano de 2020 (2,2%).

Os dados do IGCP indicam ainda que a maturidade média da dívida direta do Estado subiu para 14,2 anos. Em dezembro, o saldo da dívida direta do Estado aumentou para 278.490 milhões de euros.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Custo da dívida pública emitida por Portugal em 2021 subiu para 0,6%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião