BCP dispara mais de 7% na melhor sessão em quatro meses

Foi um dia positivo nas bolsas: o PSI-20 somou mais de 1%, depois de 13 cotadas registarem ganhos. BCP liderou com uma subida de mais de 7%.

O BCP disparou mais de 7% esta terça-feira, registando a melhor sessão em quatro meses. Foi o título que mais avançou na bolsa de Lisboa, que aproveitou a boleia do banco e subiu quase 1%, em linha com as praças europeias.

O PSI-20, o principal índice português, subiu 1,10% para 5.625,56 pontos, com 13 das 19 cotadas a encerrarem com sinal positivo.

As ações do banco liderado por Miguel Maya somaram 7,64% para 0,162 euros, o melhor registo desde o dia 23 de setembro, e que surge depois de o banco na Polónia ter apresentado esta manhã prejuízos de 290 milhões de euros, com o resultado a ser penalizado devido ao dinheiro que colocou de lado para enfrentar os riscos legais relacionadas com os créditos em moeda estrangeira.

Outros pesos pesados nacionais também fecharam o dia com bons desempenhos: a Galp ganhou 2,25% para 9,998 euros e a EDP Renováveis valorizou 0,70% para 18,75 euros.

Por outro lado, Greenvolt e EDP caíram 1,5% e 0,64%, travando uma maior subida em Lisboa.

A bolsa nacional acompanhou de perto os ganhos registados na Europa: de Madrid a Frankfurt, as principais praças tiveram ganhos entre 1% e 1,5%.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

BCP dispara mais de 7% na melhor sessão em quatro meses

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião