Nas notícias lá fora: Uber, Telefonica e Brasil

  • ECO
  • 5 Maio 2022

Uber registou perdas de 5,9 mil milhões de dólares no primeiro trimestre. Telefonica compra empresa tecnológica alemã BE-Terna. Banco Central do Brasil aumenta taxa Selic para 12,75%.

A multinacional norte-americana de transporte Uber anunciou resultados líquidos negativos de 5,9 mil milhões de dólares no primeiro trimestre de 2022. A Telefonica Tech, filial da operadora espanhola, vai adquirir a tecnológica alemã BE-Terna num negócio que valorizará esta última em 375 milhões de euros. O Banco Central do Brasil aumentou a sua taxa de juro de referência em um ponto percentual para 12,75% ao ano. Saiba quais as notícias que marcam a atualidade internacional esta quinta-feira.

BBC

Uber perde 5,9 mil milhões no primeiro trimestre

A multinacional norte-americana de transporte Uber anunciou resultados líquidos negativos de 5,9 mil milhões de dólares no primeiro trimestre de 2022, 55 vezes acima do registado no período homólogo. Apesar do enorme aumento dos prejuízos, a empresa subiu nas receitas, com os resultados negativos a serem atribuídos ao forte aumento de custos, fundamentalmente investimentos e incentivos para atrair motoristas e passageiros. Desde que passou a ser cotada em bolsa, a Uber não pára de apresentar resultados negativos, com a exceção de alguns trimestres. Nos primeiros três meses do ano, a Uber faturou 6,9 mil milhões de dólares, o que compara com os 2,9 mil milhões faturados no mesmo período do ano anterior.

Leia a notícia completa na BBC (acesso livre, conteúdo em inglês)

Expansión

Telefonica compra empresa tecnológica alemã BE-Terna

A Telefonica Tech, filial de tecnologia da informação e transformação digital da operadora espanhola Telefonica, está em negociações avançadas para adquirir a BE-Terna, uma multinacional alemã de serviços tecnológicos especializada na transformação digital na nuvem e que conta com serviços como o Microsoft Dynamics, de acordo com fontes de mercado. O negócio deverá valorizar 100% da BE-Terna em cerca de 375 milhões de euros.

Leia a notícia completa no Expansión (acesso condicionado, conteúdo em espanhol)

Valor Econômico

Brasil aumenta taxas de juro em um ponto percentual para 12,75%

O banco central do Brasil aumentou a sua taxa de juro de referência em um ponto percentual para 12,75% ao ano, marcando a décima subida consecutiva da taxa do país, numa tentativa de conter a inflação crescente. O Comité de Política Económica do organismo emissor brasileiro decidiu repetir uma subida de um ponto percentual, como fez na sua reunião de março passado e com a qual espera travar a inflação galopante, que atingiu 11,30% numa base anual. Com este novo aumento, a taxa de juro básica na maior economia da América Latina está no seu nível mais elevado desde janeiro de 2017, quando era de 13%.

Leia a notícia completa no Valor Econômico (acesso condicionado)

Bloomberg

Eleições locais no Reino Unido testam apoio a Boris

Os britânicos vão eleger esta quinta-feira representantes nas autarquias em Inglaterra, País de Gales e Escócia, e o Governo autónomo na Irlanda do Norte, escrutínio que vai testar o apoio aos partidos a nível nacional. Um mau resultado para o Partido Conservador pode decidir o destino do primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, caso os deputados entendam que os próprios lugares estão em risco nas próximas legislativas. Boris Johnson, que já está sob pressão devido às “festas” em Downing Street que violaram as restrições durante a pandemia de Covid-19, tem enfrentado críticas por não tomar medidas suficientes para ajudar as pessoas mais afetadas pela inflação.

Leia a notícia completa na Bloomberg (acesso condicionado, conteúdo em inglês)

CNBC

Blinken testa positivo à Covid-19

O secretário de Estado norte-americano, Antony J. Blinken, testou positivo à Covid-19 e encontra-se em isolamento em casa, mantendo a sua agenda de trabalhos em formato virtual, anunciou o seu porta-voz. Blinken está totalmente vacinado contra a Covid-19 e apresenta apenas sintomas leves, não tendo contacto presencial com o Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, “há vários dias”. Desta forma, o Chefe de Estado não é considerado um contacto próximo de risco, de acordo com as diretrizes de saúde norte-americanas. O chefe da diplomacia norte-americana “espera regressar ao Departamento e retomar as suas funções e viagens o mais rápido possível”, acrescentou Ned Price.

Leia a notícia completa na CNBC (acesso livre, conteúdo em inglês)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Nas notícias lá fora: Uber, Telefonica e Brasil

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião