Direto UE comete “suicídio económico” ao vetar energia russa, diz Putin

A Comissão Europeia esclarece que abrir uma conta em rublos no Gazprombank viola as sanções impostas a Moscovo. Putin diz que política da UE em matéria energética é "suicídio económico".

A Comissão Europeia avisou esta terça-feira que as empresas importadoras de gás natural que abram contas em rublos no banco da Gazprom estão a violar as sanções. O Presidente russo já veio criticar a política da UE em matéria energética, argumentando que é “suicídio económico”.

Bruxelas determinou que nos pagamentos, as empresas devem transferir para o Gazprombank o pagamento em euros ou dólares e considerar explicitamente que as obrigações estão cumpridas, independentemente de a estatal russa converter o valor para rublos, explicou um porta-voz da Comissão, citado pela Bloomberg. Esclarecimentos vêm depois de empresas como a italiana Eni anunciar a abertura de uma conta em rublos.

Já Putin criticou as medidas da UE, reiterando que “este auto de fé económico, este suicídio, é uma questão interna dos países europeus”. “Nós devemos agir de forma pragmática e olhando aos nossos interesses económicos”, disse, numa reunião dedicada à indústria petrolífera.

A operação de salvamento dos combatentes ucranianos no complexo siderúrgico de Azovstal prosseguiu, de acordo com Kiev que considera que estes homens “cumpriram” a sua missão. A evacuação dos soldados começou na segunda-feira tendo sido resgatados 260, muitos deles feridos.

Mas a guerra está longe do fim. Uma aldeia russa fronteiriça, na província ocidental de Kursk, foi bombardeada pelas forças ucranianas e o autarca de Sumy, Dmytro Zhyvytskyi, disse que Okhtyrka foi atingida por mísseis russos durante a noite.

Na vertente económica a cotação do trigo atingiu um máximo histórico depois de a Índia embargar as exportações e o brent está a cotar nos 114 dólares o barril a oscilar entre perdas e ganhos.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

UE comete “suicídio económico” ao vetar energia russa, diz Putin

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião