Meta compara Comissão Europeia a “super traineira” à pesca de casos contra a empresa

Grupo que controla o Instagram avançou contra a Comissão Europeia em tribunal, acusando-a de ser uma "super traineira de pesca" que exige grandes quantidades de documentos para fabricar um caso.

Meta avançou contra Comissão Europeia em tribunal, considerando que esta exige uma quantidade desproporcional de documentos nos processos que investigaJOHN G. MABANGLO/EPA

O grupo Meta avançou contra a Comissão Europeia em tribunal, acusando-a de recolher vastas quantidades de documentos internos “totalmente irrelevantes” na esperança de construir um caso contra a empresa, que detém as redes sociais Facebook e Instagram e a aplicação de mensagens WhatsApp.

Durante uma audição no Tribunal Geral da União Europeia (UE) esta quarta-feira, Daniel Jowell, advogado em representação da companhia, comparou a Comissão com uma “super traineira de pesca” que aspira “todo o fundo do mar com a intenção de ver, mais tarde, que espécies de peixes raros encontra nas suas vastas redes”.

De acordo com a Bloomberg, a empresa fundada por Mark Zuckerberg acusa o ramo executivo da UE de exigir quantidades desproporcionais de documentos nos processos que tem movido contra o grupo, ignorando as alternativas propostas pela companhia para que a informação facultada seja mais “proporcional” e condicionada ao que é necessário no âmbito dos processos em curso.

Em resposta, Giuseppe Conte, advogado em representação da Comissão Europeia, disse que está em causa um longo processo em que as autoridades europeias têm tentado investigar suspeitas de “sete práticas anticoncorrenciais” do grupo Meta. O responsável defendeu que, inicialmente, a empresa facultava informação que “era muito limitada”, pelo que a Comissão decidiu mudar a abordagem.

A agência recorda que Bruxelas abriu uma investigação aprofundada à Meta para averiguar se a empresa usou ilegalmente dados recolhidos dos seus anunciantes para competir contra os próprios no mercado de anúncios classificados. A UE também está a investigar se a empresa viola as regras europeias ao ligar a plataforma de classificados Marketplace à rede social Facebook.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Meta compara Comissão Europeia a “super traineira” à pesca de casos contra a empresa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião