Direto Costa apoia Ucrânia candidata à UE. Zelensky agradece

O Presidente da Ucrânia e o primeiro-ministro português falaram esta terça-feira ao telefone e António Costa confirmou que Portugal vai apoiar a concessão do estatuto de candidato da Ucrânia à UE.

Após alguns avisos, o primeiro-ministro confirmou que Portugal vai apoiar a concessão do estatuto de candidato da Ucrânia à União Europeia, no Conselho Europeu desta semana. O presidente ucraniano já reagiu, referindo que agradece o apoio de Portugal.

A Alemanha, que anunciou um recurso acrescido ao carvão para compensar a baixa dos fornecimentos de gás russo, prometeu que esta solução vai ser temporária e reafirmou o objetivo de abandonar este combustível fóssil em 2030. Os Países Baixos seguiram as mesmas pisadas e também anunciaram o levantamento das restrições de produção elétrica a carvão para compensar uma queda no fornecimento de gás russo.

“O gabinete decidiu suspender imediatamente as restrições de produção para centrais a carvão de 2022 a 2024”, disse o ministro do Clima e da Energia neerlandês, Rob Jetten, em conferência de imprensa. “Isso significa que as centrais a carvão podem funcionar em plena capacidade novamente, em vez do máximo de 35%”, acrescentou.

A decisão dos Países Baixos surge no dia seguinte à da Alemanha de usar mais carvão para compensar o declínio nas entregas de gás da Rússia. “A saída do carvão em 2030 não está de modo algum comprometida (…)”, garantiu na segunda-feira um porta-voz do Ministério alemão da Economia e do Clima. O calendário é mesmo “mais importante do que nunca”, acrescentou este porta-voz, Stephan Gabriel Haufe.

No terreno, a vice-ministra da Defesa ucraniana afirmou que o Kremlin ordenou aos militares russos que conquistassem toda a região de Lugansk, no leste da Ucrânia, até domingo. Em comentários transmitidos pela televisão ucraniana, Hanna Maliar disse que, “sem exagero, batalhas decisivas estão a ocorrer” na região, onde as forças da Ucrânia estão a tentar evitar serem cercadas, apesar de as tropas russas a controlarem cerca de 95% de Lugansk, foco da ofensiva russa nas últimas semanas.

 

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Costa apoia Ucrânia candidata à UE. Zelensky agradece

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião