5 coisas que vão marcar o dia

Christine Lagarde abre os trabalhos no segundo dia do Fórum BCE, em Sintra. Termina a reunião do G7, na Alemanha. INE dá conta da evolução das rendas das casas no primeiro trimestre do ano.

Sintra acolhe o segundo dia do Fórum Anual do BCE, com mercado de trabalho, preços da energia e moedas digitais em debate. Prossegue a 2.ª Conferência dos Oceanos da ONU, organizada pelos Governos de Portugal e do Quénia. A norte, a 15.ª edição da QSP Summit dedicada ao tema “Construir um crescimento sustentável” contará com a intervenção do banqueiro António Horta Osório. Termina a reunião do G7, na Alemanha. Como se portou o mercado no primeiro trimestre? O Instituto Nacional de Estatística (INE) dá a resposta.

Lagarde arranca com segundo dia do Fórum BCE

Reunidos em Sintra, os bancos centrais avançam para o segundo dia de trabalhos no Fórum Anual do BCE dedicado ao tema “Desafios para a política monetária num mundo em rápida mudança”. Logo pelas 9h00, Christine Lagarde, presidente do BCE, dá início à agenda do dia que contará com vários painéis de discussão sobre o mercado de trabalho, a subida dos preços da energia e as moedas digitais. Evento termina esta quarta.

Portugal acolhe a Conferência dos Oceanos da ONU

Prossegue a 2.ª Conferência dos Oceanos da ONU, organizada pelos Governos de Portugal e do Quénia, contando com a participação de líderes mundiais, cientistas, organizações não-governamentais, académicos e empresas, além de representações dos Estados-membros da ONU.

Horta Osório em conferência sobre crescimento sustentável

Matosinhos recebe a 15.ª edição da QSP Summit dedicada ao tema “Construir um crescimento sustentável”, mas a cerimónia de abertura decorrerá esta terça-feira no Teatro Tivoli, no Porto, estando previstos os discursos do presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, e também do banqueiro António Horta Osório.

Termina a cimeira do G7

Termina a cimeira de líderes do G7, que se realiza na Alemanha. Em cima da mesa do encontro do grupo dos sete países mais industrializados, incluindo EUA, Reino Unido, Japão e também a União Europeia, estão temas como os apoios à Ucrânia, as mudanças climáticas, a segurança sanitária global e a crise alimentar e energética agravada pela agressão da Rússia à Ucrânia.

Como evoluíram as rendas no arranque do ano?

A nível estatístico, o INE dá conta da evolução das rendas das casas no início do ano. Depois de uma subida de 5,5% em 2020, o ritmo de crescimento das rendas acelerou no ano passado para 7,7%, mantendo-se Lisboa como a cidade mais cara para arrendar casa. Como se portou o mercado no primeiro trimestre?

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

5 coisas que vão marcar o dia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião