Pedro Nuno Santos: “Já chega, já chega! País anda há anos a discutir o aeroporto”

Pedro Nuno Santos esteve na RTP a falar sobre a decisão do novo aeroporto. Governo reconhece que não falou antes com o PSD, nem com Marcelo.

O Governo anunciou hoje que vai deixar cair a Avaliação Ambiental Estratégica (AAE) e avançar com a construção imediata do aeroporto complementar do Montijo, com uma pista apenas, iniciando também os trabalhos para um novo aeroporto em Alcochete.

Pedro Nuno Santos foi esta noite ao Telejornal da RTP1 defender esta nova opção. Uma decisão que, na prática, deita por terra o acordo que tinha sido feito com o PSD de Rui Rio de avançar com uma AAE, de modo a poder contar com o apoio dos social-democratas para mudar a lei que dá às câmaras o poder de veto na decisão sobre um novo aeroporto.

Questionado sobre o porquê de não esperar pela tomada de posse do novo líder do PSD para falar sobre o tema, Pedro Nuno Santos remeteu para “as declarações desagradáveis” de Montenegro, que no início de junho disse registar a “confissão de incompetência” do primeiro-ministro ao manifestar a esperança de ser o PSD “a dar uma solução” à localização do novo aeroporto e à alta velocidade ferroviária.

“Foram declarações de alguém que se quis pôr de fora”, respondeu PNS, que também reconheceu não ter falado previamente com o Presidente da República sobre esta nova solução anunciada hoje.

Questionado sobre se era por causa da maioria absoluta que o Governo não esperava pelo PSD, o ministro foi categórico: “Já chega, já chega! O país anda a anos a discutir aeroporto. Já é tempo de mais. Há uma decisão tomada e vamos avançar”

Sobre a nova solução, PNS afirma que “não vamos ter três aeroportos”. Afirma que “Alcochete oferece uma solução de longo prazo e tem espaço para crescer. Mas que tem um problema, demora tempo, dez a 13 anos” a ser construído. E “o país não pode esperar” tanto, explicou o ministro. Como tal, o Governo avança primeiro com a construção de uma nova pista no Montijo e depois com um grande aeroporto em Alcochete.

Sobre os custos desta nova solução, diz que “quem paga o aeroporto é a ANA e não o Estado”. Confrontado com opiniões suas feitas no passado de que a solução do Montijo era muito cara, PNS reconhece que “Alcochete tem uma desvantagem: tempo e custo. E tem uma vantagem: os nossos filhos não terem de estar a discutir uma nova localização do aeroporto”.

Sobre os custos das infraestruturas, nomeadamente os acessos e a possibilidade de uma terceira travessia sobre o Tejo, o ministro das Infraestruturas não desvendou valores: “Vamos ter tempo para discutir isto. Teremos de fazer esse trabalho agora.”

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Pedro Nuno Santos: “Já chega, já chega! País anda há anos a discutir o aeroporto”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião