Petróleo alivia de fortes ganhos das últimas duas sessões

'Ouro negro' negoceia no patamar dos 96 dólares depois de duas subidas consecutivas nas sessões anteriores. Investidores temem desaceleração da economia.

Os preços do petróleo estão a recuar nos mercados internacionais no arranque da última sessão desta semana. Os receios dos investidores sobre uma potencial desaceleração da economia levam a cotação do ‘ouro negro’ a aliviar dos ganhos de mais de 3% e de mais de 1% nas últimas duas sessões.

Pelas 7h42, o barril de Brent, de referência para as importações europeias, estava a ceder 0,65%, para 95,96 dólares. No West Texas Intermediate, a descida era mais expressiva, menos 0,71%, para 89,86 dólares.

Petróleo alivia

Apesar de os dados dos Estados Unidos sugerirem otimismo na economia por causa do aumento da procura por combustíveis no curto prazo, os receios de recessão e um possível aumento da produção pelos membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo e seus aliados (OPEP+) podem limitar a subida dos preços, segundo Satoru Yoshida, analista de matérias-primas da Rakuten Securities, citado pela Reuters.

As refinarias de crude nos Estados Unidos deverão funcionar quase na sua máxima capacidade neste trimestre e deverão compensar, em parte, uma diminuição das exportações da China.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Petróleo alivia de fortes ganhos das últimas duas sessões

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião