Nuno Pinto Magalhães: “Nunca recuso uma conversa, tiro sempre qualquer coisa”premium

Vendeu cervejas nas calles de Medelim e nas streets de Los Angeles. Nuno Pinto Magalhães, chairman da dona da Sagres, tem um lema: nunca recusar uma conversa e, pelos vistos, não sair de grupos.

Começou a ‘colar selos’ na Sociedade Central de Cervejas e Bebidas (SCC), quase cinco décadas depois Nuno Pinto Magalhães é chairmanda dona da Sagres e da água Luso. Passou ao lado de uma carreira na diplomacia, mas em 48 anos de empresa, seis acionistas, 18 CEO, uma nacionalização e uma reprivatização depois, não lhe faltaram oportunidades de criar pontes. Trabalhou na direção de RH e foi delegado sindical. Vendeu cervejas nas callesde Medelim — mas antes teve de ir ao barbeiro — e nas streetsde Los Angeles. Tem um lema de vida. Nunca recusar uma conversa e, pelos vistos, não sair de grupos no WhatsApp. “Às vezes surge uma informação útil. É a tal conversa... Aprende-se muito com as pessoas.” Começou como estagiário na dona da Sagres, hoje é chairman.Como se chega aqui? Precisava de

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos