Exclusivo BMW quer aumentar circularidade automóvel e apostar em carros com materiais recicladospremium

Grupo alemão não se quer ficar pela eletrificação da frota ou a descarbonização da operação. Pretende aumentar a integração de materiais reciclados nos veículos que produz. A ambição é chegar aos 50%.

“O caminho para Paris não é linear, é circular”. Foi assim que Thomas Beckered, vice presidente de Sustentabilidade e Mobilidade do grupo BMW, arrancou com a apresentação da nova estratégia "verde" da gigante automóvel. Em Munique, no Museu da BMW, o responsável anunciou um conjunto de novas metas adotadas pela construtora para as próximas décadas, e que colocam a sustentabilidade e circularidade do automóvel como foco principal. “Não há desculpas, vamos ter que avançar”, garantiu o responsável alemão durante o evento a que o Eco/Capital Verde foi convidado a assistir. Os esforços para que a frota elétrica represente mais de metade do portefólio do grupo até 2030, ou a descarbonização da operação até 2050, foram ofuscados neste evento pela ambição do grupo de querer aumentar a

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos