Twitter ganha 3,5 mil milhões à espera de comprador

  • Juliana Nogueira Santos
  • 27 Setembro 2016

Após demonstração de interesse de compra por parte de três empresas, os títulos da rede social têm estado em alta, protagonizando uma das maiores valorizações do sector.

O Twitter passou um mau bocado na bolsa, mas os últimos dias têm sorrido à rede social dos 140 carateres fruto do crescente número de interessados em comprar a empresa. Os títulos têm apresentado sentido único: para cima. Acumulam, em apenas três sessões, um ganho de mais de 25%.

A escalada das ações começou no final da semana passada quando foram avançadas pela CNBC conversações entre a tecnológica e potenciais compradores. Google e a Salesforce.com seriam as interessadas. No início da sessão desse dia, as ações já valiam 21,50 dólares, mais 15,41% do que no fecho do dia anterior, valor que, no decorrer da sessão, chegou a atingir os 22,87%.

Esta segunda-feira, a Bloomberg avançou que a Disney se estava a juntar à corrida pela rede social, trabalhando com conselheiros financeiros para a elaboração de uma proposta. Embora nem esta notícia nem as anteriores tivessem sido comentadas, ou sequer confirmadas por qualquer uma das partes, o mercado continuou a reagir positivamente, com os títulos a fecharem nos nos 23,37 dólares. A valorização das ações traduziu-se num aumento de cerca de 3,5 mil milhões do valor de mercado, colocando-se assim nos 16,7 mil milhões de dólares.

Os três problemas do Twitter:

  1. Estagnação do número de utilizadores ativos;
  2. Incapacidade de captar novos utilizadores;
  3. Baixas receitas de publicidade.

Desde o princípio deste ano que a empresa liderada por Jack Dorsey estava a registar desempenho negativo, motivado pela estagnação do número de utilizadores ativos, pela incapacidade de captar novos utilizadores e pelas baixas receitas de publicidade, enquanto as empresas concorrentes têm apresentado inovações durante este ano que têm feito a cobertura de conteúdos variados – o caso da Instagram que alargou o serviço às imagens instantâneas, desafiando a Snapchat. As condições estavam juntas para que já circulasse o rumor de venda há algum tempo.

Oportunidade ou risco?

Os problemas do Twitter não desaparecerão, contudo, com a mudança de dono. Estas três empresas podem estar a querer comprar um presente envenenado. Ou seja, em vez de uma oportunidade, podem estar a rumar a um precipício financeiro.

O Twitter ainda é uma das redes sociais mais utilizadas do mundo, sendo muito eficaz na instaneidade e na criação de buzz em torno do conteúdo, mas, acrescendo à falta de crescimento, está a passar por turbulências a nível executivo, com uma potencial saída do CEO que cumpre já funções na Squarespace, e por uma crise de identidade não resolvida.

Comentários ({{ total }})

Twitter ganha 3,5 mil milhões à espera de comprador

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião