Deutsche Bank não chega a acordo com justiça norte-americana

John Cryan, CEO do banco alemão, não conseguiu fechar acordo para terminar processo judicial nos EUA. Norte-americanos exigem 12,5 mil milhões de euros.

O Deutsche Bank não conseguiu chegar a acordo com o Departamento de Justiça norte-americano para colocar um ponto final a um processo que liga o banco ao escândalo da venda de créditos imobiliários de baixa qualidade que conduziu à crise do subprime, em 2008, segundo avança o jornal alemão Bild.

A reunião entre os responsáveis do banco alemão e as autoridades norte-americanas da última sexta-feira não chegou a bom porto e, com as negociações ainda em andamento, o ponto mais sensível no seio desta discussão prende-se com os 12,5 mil milhões que euros que os EUA exigem do Deutsche Bank para fechar este processo. Este montante é considerado elevadíssimo pelo banco alemão, que nas últimas semanas tem centrado atenções por causa das dúvidas acerca da sua viabilidade financeira.

Contactados pelo Bild, nem o Deutsche Bank nem o Departamento de Justiça norte-americano quiseram prestar declarações.

As ações do Deutsche Bank perdem quase metade do valor desde o início do ano, tendo fechado a sessão da passada sexta-feira nos 12,09 euros, depois da notícia sobre o interesse da família real do Qatar em aumentar a sua posição no banco alemão até 25%.

O banco provisionou cerca de 5,5 milhões de euros para cobrir eventuais despesas legais e pode enfrentar mais penalizações no âmbito de outras investigações, incluindo um processo relacionado com evasão fiscal e lavagem de dinheiro na sua operação na Rússia. Os analistas do Barclays antecipam uma multa de mais dois mil milhões de euros.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Deutsche Bank não chega a acordo com justiça norte-americana

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião