Altice compra a Parilis e passa a controlar três prestadoras do setor

O grupo francês comprou a totalidade da Parilis SA, uma 'holding' que detém três empresas portuguesas que prestam serviços no setor português das telecomunicações.

O grupo francês Altice, dono da operadora portuguesa MEO, comprou a Parilis SA, uma holding luxemburguesa que detém três prestadoras de serviços do setor das telecomunicações em Portugal, avançou esta terça-feira o Jornal de Negócios. A informação foi prestada pela Altice à Autoridade da Concorrência.

A Parilis detém a Sudtel Tecnologia, a Tnord Tech e a Arcitaura Redetelecomfib, empresas registadas no país em setembro do ano passado e que passam agora a ser controladas pela Altice, indica o jornal.

Estas firmas são, em Portugal, fornecedoras de serviços de engenharia “no que respeita a redes de telecomunicações”, indica o regulador da concorrência. Incluindo da própria Portugal Telecom (PT Portugal) na construção e manutenção de redes.

Recorde-se que a Sudtel e a Tnord Tech foram as duas empresas que vieram substituir a Visabeira após renegociação dos contratos com os fornecedores levada a cabo pela PT, como noticiou o Expresso em fevereiro deste ano. Segundo o jornal, o representante dos acionistas da Sudtel é Miguel Amorim, um gestor que terá um gabinete na sede da PT Portugal em Picoas.

“A operação de concentração em causa consiste na aquisição, pela Altice International, do controlo exclusivo sobre a Parilis”, indica a Autoridade da Concorrência numa nota publicada no site do regulador. A Altice International é uma sociedade do grupo Altice que se dedica identificar e a investir em oportunidades no setor das telecomunicações. Segundo a Bloomberg, apresentou receitas de 3,5 mil milhões de euros em dezembro de 2015, com prejuízos de 272,9 milhões de euros.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Altice compra a Parilis e passa a controlar três prestadoras do setor

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião