FBI acaba com pior ciclo em Wall Street em 36 anos

FBI mantém a recomendação de não acusação de Clinton no caso dos e-mails. Investidores respiram de alívio com cenário mais favorável para a candidata democrata conquistar a Casa Branca.

Wall Street deverá colocar esta segunda-feira um ponto final ao ciclo mais prolongado de quedas em 36 anos. E isto depois de o FBI ter adiantado que o caso dos e-mails não constitui um crime de Hillary Clinton, aumentando assim as expectativas de que a candidata democrata possa vencer as eleições que ocorrem já amanhã.

Neste cenário, o índice S&P 500 ganhava 1,12% para os 2.108,10 pontos, depois de nove sessões sem provar qualquer ganho. Também o industrial Dow Jones e o tecnológico Nasdaq avançavam 1,53% e 1,72%, respetivamente.

“Os mercados estão finalmente a respirar de alívio, com o aumento das hipóteses de Clinton”, referiu Christian Stocker, estratego da UniCredit, à Bloomberg. “Isto deverá durar até quarta-feira, quando os mercados decidirem a próxima direção a tomar. Há alguma incerteza quanto à vitória de Clinton, mas ela está a ganhar momentum e temos pelo menos uma preocupação a menos”, acrescentou.

"Os mercados estão finalmente a respirar de alívio, com o aumento das hipóteses de Clinton. Isto deverá durar até quarta-feira, quando os mercados decidirem a próxima direção a tomar. Há alguma incerteza quanto à vitória de Clinton, mas ela está a ganhar momentum e temos pelo menos uma preocupação a menos.”

Christian Stocker

Estratego da UniCredit

O diretor do FBI revelou este domingo, numa carta dirigida ao Congresso americano, que a sua agência mantém a conclusão de julho de que não vai recomendar qualquer acusação contra Clinton no caso da utilização da sua conta pessoal na troca de e-mails enquanto secretária de Estado norte-americana.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

FBI acaba com pior ciclo em Wall Street em 36 anos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião