Samsung: Tem um Galaxy J5? E também ardeu?

  • Ana Luísa Alves
  • 7 Novembro 2016

Lucros da tecnológica caíram quando a marca enfrentou o escândalo por causa dos Galaxy Note 7, mas este não é o único modelo com razões de queixa.

Depois do escândalo com a explosão dos Galaxy Note 7, da Samsung, os olhos estão virados para o Galaxy J5: em França houve um modelo deste smartphone que explodiu enquanto carregava. A notícia foi avançada esta segunda-feira pela agência Associated Press.

Lamya Bouyirdane disse à agência que reparou que o telemóvel estava bastante quente depois de ter pedido ao filho de quatro anos que lhe passasse o smartphone durante um encontro em família. Lamya acabou por atirar para longe o dispositivo móvel depois de perceber que estava a deitar fumo e a aumentar de tamanho.

“Entrei em pânico quando vi o fumo a sair do telemóvel e o atirei-o de imediato”, acrescentou a utilizadora, que reside no sul da França. O telemóvel começou a arder e a parte de trás explodiu.

Bouyirdane disse que comprou o telemóvel em junho num site que oferecia grandes descontos, e acrescentou que vai processar a tecnológica.

A empresa sul-coreana ainda este ano pediu de volta todos os modelos já vendidos do Galaxy Note 7, a nível mundial, depois de um problema detetado com as baterias dos smartphones, que começaram a arder enquanto carregavam.

Depois de contactada pela Associated Press, a Samsung ainda não comentou o último incidente verificado.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Samsung: Tem um Galaxy J5? E também ardeu?

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião