Apostas nos Jogos Santa Casa batem recordes este ano

  • ECO
  • 23 Dezembro 2016

Entre janeiro e outubro, os portugueses já gastaram 2,3 mil milhões de euros nos jogos sociais da Santa Casa da Misericórdia - e o número ainda deverá subir. Raspadinha é a aposta preferida.

Raspadinhas, lotarias e lotos. O montante aplicado pelos portugueses em jogos de sorte atingiu valores recorde — de acordo com o Diário de Notícias, entre janeiro e outubro foram investidos quase 2,3 mil milhões de euros nos jogos sociais da Santa Casa da Misericórdia, mais 498 milhões de euros do que no período homólogo. Segundo o jornal, o número ainda nem sequer inclui as apostas da época do natal, pelo que deverá subir ainda mais.

E o mesmo acontece com o montante pago pela Santa Casa da Misericórdia em prémios: nos mesmos dez meses deste ano, a instituição abriu mão de cerca de 1,4 mil milhões de euros, mais 58 milhões de euros do que ao longo de todo o ano de 2015. O valor também não inclui ainda o primeiro prémio do Euromilhões, sorteado esta terça-feira em Oeiras, no valor de 61 milhões de euros.

Os dados avançados pela Santa Casa ao Diário de Notícias mostram também que é a raspadinha o jogo preferido dos portugueses, com um peso de cerca de 1,1 mil milhões de euros. O Euromilhões segue em segundo lugar, com um peso de 652 milhões de euros. Já as apostas desportivas do Placard angariaram 303,4 milhões de euros, estando em terceiro lugar no pódio — e vale a pena recordar que o jogo só foi lançado em setembro do ano passado.

Agora, os apostadores nacionais voltam-se para a já tradicional Lotaria do Natal, que costuma ser a aposta rainha nesta época do ano. No entanto, tanto as raspadinhas como os bilhetes da lotaria estarão a esgotar em alguns dos principais pontos de venda. Ao DN, a Santa Casa justificou a falta de stock com “alguns atrasos” logísticos.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Apostas nos Jogos Santa Casa batem recordes este ano

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião