Governo lança linha de 10 milhões para apoiar turismo no interior

O limite do apoio será de 150 mil euros por projeto, ou de 400 mil caso a entidade que desenvolve o projeto seja uma organização sem fins lucrativos.

O Governo lançou uma nova linha de apoio a projetos turísticos no interior, no valor total de 10 milhões de euros. As candidaturas arrancam esta sexta-feira, com a publicação do diploma em Diário da República.

Esta é a terceira linha de apoio no âmbito do Programa Valorizar, que o Governo lançou este ano para valorizar e qualificar o destino Portugal, ao mesmo tempo que promove a desconcentração geográfica da procura e reduz a sazonalidade. Antes desta, já tinha sido lançada a linha de apoio ao turismo acessível, de 5 milhões de euros, e a linha de apoio a projetos wifi em centros históricos, de um milhão de euros.

Agora, é a vez do interior. A nova linha vai apoiar projetos que “promovam a valorização do património e dos recursos endógenos das regiões”, bem como a diversificação da oferta, incluindo projetos de ciclismo e caminhada, turismo de natureza, turismo equestre, revitalização das termas e dinamização turística das aldeias.

“Estão ainda incluídas iniciativas que visem a estruturação de programas de visitação turística no interior e o desenvolvimento de calendários de eventos com potencial turístico e com impacto internacional”, refere a Secretaria de Estado do Turismo, em comunicado enviado esta manhã às redações.

Poderão candidatar-se à Linha de Apoio à Valorização Turística do Interior projetos de entidades públicas e privadas e os apoios podem ser de até 90% do valor das despesas em causa.

O limite de apoio por projeto será de 150 mil euros para as empresas, enquanto as entidades (públicas ou privadas) sem fins lucrativos podem receber um apoio de até 400 mil euros por projeto.

O prazo de candidaturas estará em vigor durante o ano de 2017.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Governo lança linha de 10 milhões para apoiar turismo no interior

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião