Bancos centrais adiam aprovação de novos requisitos de capital para a banca

Os governadores de quase 30 bancos centrais iam encontrar-se a 8 de janeiro para definir os novos rácios de capital que serão exigidos aos bancos.

Os bancos centrais adiaram a reunião onde iriam aprovar a versão final do Basileia III, documento que vai estabelecer os parâmetros internacionais de requisitos de capitais da banca. Segundo a Reuters, os reguladores da banca concluíram que precisavam de mais tempo para finalizar esta reforma da regulamentação bancária.

O encontro entre os governadores e presidentes de quase 30 bancos centrais estava marcado para 8 de janeiro. Neste encontro, iam definir-se os rácios de capital exigidos aos bancos em diversos cenários económicos, com o propósito de evitar nova crise financeira.

Contudo, tem havido divergências entre os vários bancos centrais. É o caso do Bundesbank, que já deixou claro que não vai aceitar o Basileia III sem que sejam cumpridas as suas exigências em duas áreas essenciais: a preservação dos modelos de risco de crédito internos de cada banco e a não introdução de output floor.

O Comité de Supervisão Bancária de Basileia acabou, assim, por anunciar que “é necessário mais tempo para finalizar algum trabalho, incluindo ajustes finais no enquadramento”. Ainda assim, acrescenta, “o Comité deverá concluir os trabalhos no futuro próximo“.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Bancos centrais adiam aprovação de novos requisitos de capital para a banca

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião