Lisboa em queda (pela quinta sessão)

A bolsa poruguesa abriu em queda. Está a recuar pela quinta sessão consecutiva, contrariando a tendência positiva da generalidade dos mercados acionistas europeus.

Já não é uma nem duas. São cinco sessões consecutivas de queda na bolsa nacional. O índice português arrancou o dia de Carnaval com um comportamento negativo, contrariando a tendência registada nos restantes mercados europeus. Numa sessão em que quase todas as cotadas recuam, o Grupo EDP destaca-se.

O índice português, o PSI-20, abriu em queda, acentuando depois essa tendência. Estava a perder 0,42% para 4.599,31 pontos, num dia em que na Europa a cor dominante é o verde. O Carnaval não para os mercados acionistas, mas para muitos investidores deverão manter-se afastados das bolsas, levando a um fraca liquidez. Já na última sessão houve poucos negócios.

Esta queda, a quinta consecutiva da praça portuguesa, explica-se com o desempenho negativo do Grupo EDP. Tanto a EDP como a EDP Renováveis estão a perder valor, isto no dia em que a empresa liderada por Manso Neto revelou resultados líquidos de 56 milhões de euros referentes ao último ano. Foi uma quebra em termos homólogos justificada com a ausência de ganhos extraordinários.

A pesar no comportamento da bolsa está também a Jerónimo Martins, que cede mais de 1%, voltando à tendência negativa que se seguiu à apresentação de lucros recorde em 2016, bem como os CTT. A empresa de correios apresenta uma queda de 1,29% para 5,043 euros, num dia em que o BCP está a perder também quase 1%.

(Notícia atualizada às 8h27 com mais informação)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Lisboa em queda (pela quinta sessão)

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião