José de Matos é o novo presidente da fábrica do dinheiro do Banco de Portugal

Antigo presidente da Caixa Geral de Depósitos é o novo presidente do conselho de administração da Valora, empresa detida integralmente pelo Banco de Portugal e que produz as notas de euro.

José de Matos é o novo presidente da Valora.Steven Governo/Lusa

José de Matos é desde o dia 31 de março o novo presidente do conselho de administração da Valora, a empresa do Banco de Portugal com responsabilidade de produzir as notas de euro. O antigo presidente da Caixa Geral de Depósitos sucede a José Silveira Godinho à frente da fábrica do dinheiro.

A informação do novo cargo foi publicada pelo próprio na sua conta de LinkedIn e confirmada ao ECO pelo Banco de Portugal. “Iniciou funções no dia 31 de março, aquando da realização da assembleia geral da Valora e da nomeação dos novos órgãos sociais”, referiu a instituição.

A Valora é uma empresa detida a 100% pelo Banco de Portugal e tem como objeto social a produção de notas, no quadro das responsabilidades de emissão monetária que cabem ao Banco de Portugal. Em 2016, produziu um total de 5.400 milhões de euros em novas notas de 50 euros, dos quais 4.800 milhões foram para exportação.

"José de Matos iniciou funções no dia 31 de março, aquando da realização da assembleia geral da Valora e da nomeação dos novos órgãos sociais.”

Banco de Portugal

O conselho de administração da Valora é integrado exclusivamente por quadros do Banco de Portugal. O mandato tem a duração de três anos.

No caso de José de Matos, o novo presidente da Valora exerce atualmente funções de consultor do conselho de administração do Banco de Portugal, liderado por Carlos Costa. É ainda presidente do board da Sociedade Gestora do Fundo de Pensões do banco central desde passado março.

Entre os vários cargos, José de Matos foi presidente da Caixa Geral de Depósitos entre 2011 e 2016, tendo desempenhado ainda o cargo de vice-governador do Banco de Portugal durante aproximadamente dez anos, entre 2002 e 2011.

O perímetro do Complexo do Carregado, onde trabalha a Valora, é guardado por militares da GNR.Paula Nunes / ECO

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

José de Matos é o novo presidente da fábrica do dinheiro do Banco de Portugal

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião