“Com muito orgulho”, Manuel Pizarro aceita ser candidato do PS no Porto

Está confirmado: Manuel Pizarro vai mesmo avançar com uma candidatura socialista à Câmara Municipal do Porto. "Para casamentos e batizados, só vai quem é convidado", remata Barbosa Ribeiro.

É oficial: Manuel Pizarro é o candidato do PS à presidência da Câmara Municipal do Porto. A confirmação surgiu esta manhã numa conferência de imprensa. A decisão foi tomada pela concelhia na sequência da rotura de Rui Moreira, atual presidente, com o apoio do PS, devido às declarações de Ana Catarina Mendes, secretária-geral adjunta do partido, que disse que votos em Moreira seriam votos no PS.

“Estes acontecimentos impõem uma atitude por parte do PS. É mais proveitoso, como uma vida, mantermos uma boa amizade do que um casamento em que uma das partes não se quer manter no casamento”, disse Manuel Pizarro aos jornalistas. E acrescentou: “A posição do Dr. Rui Moreira é legítima, assim como a do PS.”

O atual vereador e número dois de Moreira disse ainda estar orgulhoso do trabalho que os vereadores do PS têm vindo a levar a cabo na autarquia, “num acordo de coligação” em que foram “leais” e “absolutamente cumpridores”. “Tenho muito orgulho em aceitar o convite do meu partido para ser candidato do PS à Câmara Municipal o Porto”, reiterou.

Na conferência de imprensa, sem direito a perguntas, Manuel Pizarro terminou, dizendo: “Vamos fazer uma campanha valorizando que estamos onde sempre estivemos. Para mim e para nós, o Porto e os portuenses estão acima de tudo. Daremos mais detalhes durante a semana”, concluiu.

Estes acontecimentos impõem uma atitude por parte do PS. É mais proveitoso, como uma vida, mantermos uma boa amizade do que um casamento em que uma das partes não se quer manter no casamento.

Manuel Pizarro

Vereador, candidato à CM Porto

“Para casamentos e batizados, só vai quem é convidado”

Em declarações aos jornalistas, Tiago Barbosa Ribeiro disse que “o PS tem defendido o atual executivo, tem trabalhado com a atual maioria, colocando sempre, sempre, a cidade em primeiro”. “É assim que gostaríamos de continuar. Infelizmente não foi essa a posição que a outra parte assumiu”, acrescentou. E rematou: “Para casamentos e batizados, só vai quem é convidado.”

Barbosa Ribeiro referiu que o PS deu à maioria de Rui Moreira “a estabilidade” que não teria de outra forma. E confirmou que a concelhia do PS no Porto decidiu “por unanimidade e aclamação propor Manuel Pizarro para candidato do PS à Câmara Municipal do Porto”. Por responder fica uma questão: se o atual vereador com o pelouro da Habitação e Ação Social se mantém ou não em funções. A campanha arranca já este sábado.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

“Com muito orgulho”, Manuel Pizarro aceita ser candidato do PS no Porto

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião