Governo aceita discutir aumento da derrama estadual sobre empresas com mais de 35 milhões de lucro

  • Cristina Oliveira da Silva
  • 10 Maio 2017

PCP avançou com a proposta. António Costa afirma que está disponível para discutir.

O PCP quer aumentar a derrama estadual em empresas que apresentam maiores lucros e o Governo garante que está aberto a equacionar a medida.

“Estamos disponíveis para considerar todas as propostas designadamente a proposta no quadro da derrama”, afirmou o Primeiro-Ministro no debate quinzenal, em resposta a Jerónimo de Sousa.

O secretário-geral do PCP tinha proposto, pouco antes, “um aumento da derrama estadual sobre as empresas com mais de 35 milhões de euros de lucros”. Isto para corrigir aquilo que considera ser “a injustiça resultante do benefício fiscal usufruído por estas grandes empresas no âmbito da reavaliação de ativos e PERES [Plano Especial de Redução do Endividamento ao Estado]”.

António Costa explicou depois que o regime de reavaliação de ativos não foi uma medida de “última hora”, acrescentando que pretendeu contribuir para a melhoria dos balanços das empresas e do acesso a condições de financiamento e investimento. E isso implicava um incentivo, adiantou ainda, salientando que são esperados impactos positivos.

Comentários ({{ total }})

Governo aceita discutir aumento da derrama estadual sobre empresas com mais de 35 milhões de lucro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião