Carlos Brandão deixa liderança do Bankinter Portugal

  • ECO
  • 7 Julho 2017

Carlos Brandão tem novo projeto profissional e abandona Bankinter em Portugal cerca de um ano após o banco espanhol ter comprado o negócio ao Barclays. Ainda não há substituto permanente.

Carlos Brandão já não é o presidente executivo do Bankinter em Portugal desde há um mês, quando decidiu abandonar funções naquele banco para “abraçar novos projetos profissionais”, de acordo com o semanário Jornal Económico (acesso pago) e confirmada pelo ECO.

A saída acontece cerca de um ano depois de o banco espanhol ter adquirido o negócio de retalho ao Barclays por 86 milhões de euros. De resto, Carlos Brandão já liderava o Barclays em Portugal antes de o Bankinter ter ficado com as operações do banco britânico no país.

Enquanto procura uma solução mais permanente, o Bankinter optou por nomear Fernando Moreno, diretor-geral da banca comercial do grupo espanhol, como novo presidente executivo cá em Portugal, por tempo indeterminado.

Entre janeiro e março, o Bankinter obteve um lucro de 124,4 milhões de euros, mais 18,7% face ao mesmo período do ano passado, com ajuda do negócio em Portugal.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Carlos Brandão deixa liderança do Bankinter Portugal

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião