Calamidade: Governo monta mega operação em fim de semana de alto risco

  • Juliana Nogueira Santos
  • 18 Agosto 2017

O Governo vai conceder dois dias de descanso aos voluntários por cada dia de combate, como "uma forma simbólica de agradecer e compensar o esforço". As equipas de vigilância vão ser reforçadas.

No âmbito do estado de calamidade pública preventiva, o Governo vai reforçar as equipas de vigilância durante este fim de semana e até segunda-feira, e conceder dois dias de descanso aos bombeiros voluntários por cada dia de combate aos incêndios, quer sejam estes trabalhadores do setor público ou do setor privado.

As equipas no terreno vão passar de 40 para 140, vão estar dois meios aéreos de vigilância para deteção durante o período noturno e a GNR passa a ter 150 equipas. A PSP e o Ministério da Agricultura vão também ceder condutores e veículos para o reforço no terreno. Depois de se reunir com as forças de segurança e de Proteção Civil, o primeiro-ministro apelou também a todas as corporações para que reforcem as suas equipas nos próximos três dias.

Neste fim de semana de 18 a 21 de agosto, o IPMA aponta para um risco acrescido de incêndio, que se vai agravar não só devido ao aumento da temperatura como também à diminuição do grau de humidade, incluindo durante a noite. António Costa considera que as populações devem estar de vigilantes, alerta, empenhadas e mobilizadas “para conseguir minorar o risco que será crescente daqui até à próxima segunda-feira”.

Cumprindo um pedido da Liga de Bombeiros, o Governo concederá dois dias de descanso a todos os bombeiros voluntários — quer trabalhem para uma entidade pública ou privada — por cada dia de combate. “É uma forma simbólica de agradecer e compensar o esforço acrescido de cidadãos como nós”, garantiu António Costa em declarações aos jornalistas.

Serão 155 os concelhos em estado de calamidade pública preventiva, nos quais não só os meios vão ser reforçados, como vai ser proibido o uso de fogo de artificio.

(Notícia atualizada às 12h56 com mais informação)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Calamidade: Governo monta mega operação em fim de semana de alto risco

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião