Amesterdão será a capital do investimento no pós-Brexit

  • Juliana Nogueira Santos
  • 24 Agosto 2017

As empresas de investimento estão a preferir Amesterdão para instalarem as atividades no pós-Brexit. A menor regulação é o fator mais atrativo.

Com a saída do Reino Unido da União Europeia, várias serão as cidades que vão alojar os principais negócios britânicos. Os bancos estão a escolher Frankfurt, a cultura está a mudar-se para Paris, mas as empresas de investimento preferem um destino bem menos regulado: Amesterdão.

A cidade holandesa já conta com muitas das empresas de investimento que têm a sede fora do Reino Unido, contudo Radix, a Hard Eight, a Tower Research, a Quantlab, a Trade Web e a MarketAxess já afirmaram que vão transferir os postos de trabalho para esta. O motivo da escolha prende-se com o facto de os reguladores holandês permitirem que os grandes fundos de pensões e as companhias de seguro façam negócio com as empresas, sem estas os terem de tratar como clientes, aliviando o fardo legal e regulatório.

"São muito pragmáticos e inteligentes e isso é um ponto a mais para Amesterdão. O principal fator para Amesterdão é a sua herança comercial dos últimos séculos”

Diederik Dorst

Flow Traders

“A crédito dos nossos reguladores, as empresas têm-se mantido a par com a inovação nos mercados financeiros”, afirmou à Bloomberg, responsável da Flow Traders, uma empresa de investimentos holandesa. “São muito pragmáticos e inteligentes e isso é um ponto a mais para Amesterdão. O principal fator para Amesterdão é a sua herança comercial dos últimos séculos.”

A cidade está em permanente diálogo com outras empresas do ramo financeiro, incluindo gestoras de ativos e plataformas de negociação, estando disposta a alargar a escala, à medida que mais empresas demonstrem interesse.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Amesterdão será a capital do investimento no pós-Brexit

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião