Investidores aguardam Fed e BCE. Wall Street abre em queda

  • Tiago Varzim
  • 5 Setembro 2017

Depois do feriado, os investidores aguardam sinais dos bancos centrais. A atenção passou da Coreia do Norte para a Fed, o BCE e os dados económicos.

As bolsas estão em baixo no dia em que o Congresso norte-americano retoma os trabalhos e o Presidente norte-americano vai apresentar os seus planos para a reforma fiscal aos líderes partidários. Os investidores têm no horizonte a reunião do Banco Central Europeu na quinta-feira e os vários discursos dos governadores da Reserva Federal.

O índice Dow Jones está a desvalorizar 0,66% para os 21,843.38 pontos. Tanto o S&P 500 como o Nasdaq estão a desvalorizar 0,5%. São quedas modestas que se verificam na primeira sessão de Wall Street depois do anúncio do teste nuclear da Coreia do Norte. A notícia teve repercussão no fim de semana e aumentou a aversão ao risco por parte dos mercados. “O que os recentes episódios [da Coreia do Norte] nos mostraram é que não podemos mesmo tentar seguir estas coisas uma vez que tendem a desaparecer rapidamente“, argumenta o estratega Petr Krpata à Reuters, prevendo que esta tendência seja temporária.

Esta terça-feira o Congresso norte-americano reúne após o intervalo de férias numa altura em que é preciso fazer aprovar o aumento do teto da dívida para que o Governo possa financiar-se e evitar um default da dívida norte-americana. A contagem decrescente começa hoje e acaba a 30 de setembro. Trump, acompanhado pelo secretário de Estado do Tesouro, Steve Mnuchin, vai reunir com os líderes republicanos e democratas para discutir a reforma fiscal.

Uma das principais caras da Reserva Federal, Lael Brainard, vai estar no Economic Club de Nova Iorque a falar sobre a economia norte-americana. Também esta terça-feira o presidente da Reserva Federal do Estado de Minneapolis, Neel Kashkari, vai falar na Universidade de Carlson School of Management e o presidente da Fed do Estado de Dallas, Robert Kaplan, vai falar num evento do Dallas Business Club. Os três podem dar indicações do que fará Janet Yellen, presidente da Reserva Federal norte-americana, até ao final de 2017.

Na Europa, as bolsas estão sem rumo definido, com o principal índice Stoxx 600 a subir 0,1%. Na quinta-feira, prevê-se que Mario Draghi aborde a recente subida do euro. Contudo, os investidores não esperam que o presidente do Banco Central Europeu dê muitos pormenores sobre o programa de compra de dívida num futuro próximo.

Comentários ({{ total }})

Investidores aguardam Fed e BCE. Wall Street abre em queda

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião