Banca resgata Wall Street, investidores à espera da Fed

Começa esta terça-feira a reunião de dois dias da Reserva Federal e os investidores esperam por novidades sobre o rumo dos estímulos. Em Wall Street, foram os bancos que sustentaram bolsas.

À espera da reunião da Reserva Federal norte-americana, Wall Street fechou esta segunda-feira com ganhos ligeiros, com as bolsas a serem impulsionadas sobretudo pelo setor financeiro. No setor tecnológico, o principal índice que segue o setor viu os ganhos a serem travados pelas notícias de mudanças de preços nos servidores de internet da Amazon.com.

O S&P 500, o índice de referência mundial, avançou 0,15% para 2.503,87 pontos. Os outros dois índices de referência do outro lado do Atlântico também registaram ganhos, apesar de o Nasdaq ter negociado em zona de perdas durante algum tempo nesta segunda-feira. Ainda assim, fechou com uma subida de 0,10%. O Dow Jones somou 0,3%.

“Há um bom momento no mercado. Há muito dinheiro. Mesmo que a Fed esteja a preparar uma redução do balanço, continuamos a ter uma política monetária incrivelmente agressiva. Isso continua a motivar a entrada de dinheiro no mercado”, referiu Stephen Massocca, vice-presidente da Wedbush Securities, citado pela Reuters.

A reunião do banco central norte-americano começa esta terça-feira e os investidores vão procurar detalhes acerca dos planos para a retirada dos estímulos no valor de 4,2 biliões de euros em títulos de dívida.

Ações como Microsoft e Google caíram até 0,5% depois de a Amazon ter anunciado que deverá proceder a alterações no preço de alguns dos seus servidores de internet. Por outro lado, no setor financeiro, que deu força às bolsas do outro lado do Atlântico, o Bank of America e JPMorgan Chase somaram mais de 1%. O Citigroup ganhou mais de 2%.

"Há um bom momento no mercado. Há muito dinheiro. Mesmo que a Fed esteja a preparar uma redução do balanço, continuamos a ter uma política monetária incrivelmente agressiva. Isso continua a motivar a entrada de dinheiro no mercado.”

Stephen Massocca

Vice-presidente da Wedbush Securities

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Banca resgata Wall Street, investidores à espera da Fed

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião