Aposta em certificados do Tesouro supera os 14 mil milhões

Estado já captou dois mil milhões de euros em poupanças junto dos portugueses este ano, através dos Certificados do Tesouro Poupança Mais. já os certificados de aforro perdem dinheiro há dez meses.

A aposta dos portugueses em certificados do Tesouro superou pela primeira vez a fasquia dos 14 mil milhões de euros em agosto, traduzindo a popularidade deste produto de poupança face à baixa remuneração dos certificados de aforro, cujo saldo continuou a emagrecer pelo 10.º mês consecutivo.

No final de agosto, estavam aplicados em Certificados do Tesouro Poupança Mais (CTPM) 14,04 mil milhões de euros, registando um crescimento de 351 milhões de euros face ao mês anterior, segundo os dados publicados esta quinta-feira pelo Banco de Portugal. Já os tradicionais certificados de aforro continuam a perder dinheiro: menos 50 milhões em agosto para os 12,133 mil milhões.

Os aforradores continuaram a ser atraídos pela remuneração dos CTPM que, só no primeiro ano de aplicação, garante uma taxa bruta de 1,25% — nos quatro anos seguintes a remuneração sobe gradualmente para atingir um valor médio de 2,25%, em termos brutos. Isto contra os 1,6% oferecidos na última emissão de Obrigações do Tesouro de Rendimento Variável (acrescido da Euribor a seis meses), quando os certificados de Aforro oferecem menos de 1%.

Certificados do Tesouro supera os 14 mil milhões

Fonte: Banco de Portugal

Contas feitas, no último mês, o Estado conseguiu captar pouco mais de 300 milhões de euros em poupanças junto das famílias portuguesas. Em julho, obteve 231 milhões de euros.

O saldo dos certificados de Aforro e CTPM fixou-se nos 26,174 mil milhões de euros. Aumenta dois mil milhões de euros (mais de 8%) desde o início do ano, graças aos certificados do Tesouro, segundo o Boletim Mensal do banco central liderado por Carlos Costa.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Aposta em certificados do Tesouro supera os 14 mil milhões

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião