Apple, Dell, Hynix e Hoya compram chips da Toshiba

  • ECO
  • 28 Setembro 2017

Após vários meses de negociação, a Toshiba vai vender os seus chips ao Bain Group, por 15 mil milhões de euros. Este negócio é importante para conseguir salvar a empresa japonesa da falência.

A Toshiba vai vender a sua unidade de chips, um negócio que lhe vai render cerca de 15 mil milhões de euros. A empresa tecnológica anunciou que assinou um acordo final de venda da unidade de chips de memória flash ao consórcio do grupo Bain Capital, que inclui a Apple, a Dell e a Hynix. O valor angariado através desta operação irá ajudar a Toshiba face à difícil situação financeira em que se encontra.

O negócio vai ser fechado por dois biliões de ienes (15 mil milhões de euros), após vários meses de negociações. A ideia da empresa japonesa é vender os chips ao consórcio do Bain Capital, que inclui as gigantes das tecnologias, mas continuar a manter uma participação na unidade, avançou esta quinta-feira em comunicado.

Este acordo é importante porque permite à Toshiba manter o controlo de um negócio importante no Japão, mas simultaneamente assegurar o financiamento necessário para que consiga recuperar da grave crise financeira na qual entrou depois de uma aposta ruinosa ligada à energia nuclear. A empresa japonesa precisa urgentemente de capital até março do próximo ano, para evitar ver as suas ações removidas da bolsa de Tóquio.

A assinatura deste acordo representa um passo importante para uma negociação que tem vindo a sofrer várias reviravoltas desde janeiro deste ano, onde a Apple desempenhou um papel central. A fabricante do iPhone está interessada nesta unidade devido à importância que os chips de memória flash têm para os iPhone e iPad, nomeadamente no armazenamento de fotos, vídeos e outros dados.

Por isso, na prática, a empresa de Tim Cook está a tentar criar uma parceria com a Toshiba, uma das suas fornecedoras. A Samsung Electronics é outra fornecedora, com a qual a marca da maçã está a tentar reduzir ao máximo as aquisições dos componentes.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Apple, Dell, Hynix e Hoya compram chips da Toshiba

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião