Gasóleo vai subir 1,5 cêntimos na próxima semana

Combustível mais usado em Portugal prepara-se para registar maior aumento de preço desde julho. Tudo por causa da declaração de Janet Yellen, que pressionou o euro e encareceu as matérias-primas.

Não espere pelo início da próxima semana para abastecer o depósito do seu automóvel. Tanto a gasolina como o gasóleo deverão ficar mais caros a partir de segunda-feira. O diesel, o combustível mais utilizado pelos portugueses, sobe mais. A culpa é do euro.

De acordo com os cálculos do ECO com base nas cotações da Bloomberg, o litro de gasóleo deverá encarecer 1,5 cêntimos, a maior subida desde julho, reforçando uma tendência altista que se verifica há cinco semanas consecutivas. A gasolina também prepara-se para novo aumento de preço: meio cêntimo por litro mais cara.

Contas feitas, e segundo os dados da Direção Geral de Energia e Geologia, tudo aponta para que o litro de gasóleo aumente para um valor perto dos 1,253 euros, fixando o mais nível alto desde abril deste ano. Já gasolina subirá para os 1,46 euros.

Estas previsões refletem a evolução em alta dos preços energéticos nos mercados internacionais, mas não só. O fator cambial também vai pesar no bolso dos portugueses. Depois de Janet Yellen, presidente da Reserva Federal norte-americana, ter sinalizado esta terça-feira nova subida dos juros em dezembro, o euro foi pressionado e já acumula uma desvalorização de 1% este semana, o que torna as importações destas mercadorias (cotadas em dólares) mais caras.

O efeito do câmbio é evidente no preço médio da tonelada métrica da gasolina: em dólares a cotação desce cerca de 0,3%, mas quando convertido em euros a tendência é de subida de 1,2%. Já o preço médio da tonelada métrica do gasóleo aumenta 1,7% em dólares e 3,2% já depois da conversão em euros.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Gasóleo vai subir 1,5 cêntimos na próxima semana

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião