Web Summit: PLMJ é Expert Partner do “Launch in Lisbon”

PLMJ apresenta-se como Expert Partner para o novo programa “Launch in Lisbon” da StartUp Lisboa. Objetivo nestes três dias é preparar empreendedores, investidores e empresas estrangeiras para

A PLMJ organiza uma formação intensiva – no âmbito do seu patrocínio ao Web Summit 2017 – em formato de Bootcamp e que arrancou hoje e dura até dia 4 de novembro.

O grande objetivo nestes três dias é preparar empreendedores, investidores e empresas estrangeiras para o lançamento dos seus negócios em Lisboa, com conselhos práticos de como atuar no terreno, desenvolver os seus negócios e criar uma rede de contactos em Lisboa.

Estão confirmados para esta 1ª edição do programa dezenas de empreendedores de todo o mundo, desde os EUA, Brasil, França, Holanda, Eslováquia, Alemanha e Finlândia. As suas startups, encontram-se nos mais diversos estágios de maturação e “o programa vai ao encontro das necessidades de todas elas, através de workshops interativos, dinâmicas culturais e ações de formação, todas elas pensadas de forma altamente criativas”, explica a PLMJ, em comunicado.

Serão cobertos temas no âmbito da imigração e vistos (hoje), constituição e implementação de empresas (amanhã) e leis laborais (sábado). A PLMJ terá advogados alocados a cada uma das vertentes da formação para esclarecer todas as suas questões sempre numa perspetiva legal. “Temos no nosso portfolio de clientes algumas das maiores empresas de tecnologia do mundo como a Microsoft, a SAP e a Samsung e apoiamos startups tecnológicas que já são sonantes no mercado, a Farfetch, a Uniplaces e a FeedZai são bons exemplos de sucesso”, diz o mesmo comunicado.

Este programa realiza-se quatro vezes ao ano, uma vez por trimestre, sendo que está já a ser desenvolvida uma versão online para chegar a todos os interessados em trazer os seus negócios para Lisboa mas que não podem comparecer fisicamente.

“Esta é uma grande oportunidade para estes jovens empreendedores, por ser uma iniciativa que reúne exatamente tudo aquilo que precisam de aprender para serem bem-sucedidos na implementação dos seus negócios em Portugal e que naturalmente PLMJ não podia deixar de se associar”, concluiu o comunicado.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Web Summit: PLMJ é Expert Partner do “Launch in Lisbon”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião