Corticeira aumenta lucros e paga dividendo extra de oito cêntimos

Compra do grupo Bourrassé influenciou positivamente o crescimento das vendas da Corticeira Amorim. Vendas até setembro atingiram os 531 milhões de euros. Vai pagar dividendo extra de 8 cêntimos.

A Corticeira Amorim fechou os primeiros nove meses do ano com lucros de 56,4 milhões de euros, um crescimento de 2,1% face ao período homólogo do ano anterior, segundo avança a empresa em comunicado enviado esta terça-feira à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Este resultado supera as estimativas dos analistas do Haitong que previam lucros para a Corticeira de 54 milhões de euros.

Já os lucros do terceiro trimestre atingiram os 18,6 milhões de euros, uma queda de 7,3% face a igual período do ano anterior.

As vendas da empresa liderada por António Rios Amorim atingiram os 531 milhões de euros, um aumento de 8,3% face a igual período de 2016. A Corticeira dá conta de que este valor inclui a partir de 30 de junho, as atividades das empresas do grupo Bourassé, o que influenciou positivamente o crescimento das vendas. Em termos comparáveis, as vendas subiram 5,6%.

Em comunicado a empresa diz que: “O aumento das vendas resultou essencialmente de um efeito de quantidade, a que se junta um impacto cambial positivo de 1,8 milhões de euros, ainda que inferior ao do primeiro semestre (3,8 milhões de euros)”.

Para o aumento das vendas contribuiu principalmente a unidade de rolhas, cujo crescimento se cifrou nos 12,2%, impulsionada pela integração da Bourassé. Excluindo esse efeito o crescimento das vendas desta unidade seria de 8,2%. As vendas das unidade de rolhas atingiram os 363,7 milhões de euros.

A unidade de Revestimentos manteve o crescimento das vendas de 1,5% para os 91,1 milhões de euros enquanto que a unidade de Aglomerados Compósitos diminuiu as vendas em 3,5% para os 74,3 milhões de euros.

O EBITDA atingiu os 105,4 milhões de euros, um crescimento de 10,4% quando comparado com o período homólogo do ano anterior.

Em termos financeiros, a dívida da Corticeira Amorim aumentou, no terceiro trimestre do ano, para os 75,8 milhões de euros, devido ao efeito das aquisições da Bourassé e, em menor escala, da Sodiliège. A este propósito, a Corticeira faz a ressalva: “De notar que a introdução das novas subsidiárias no perímetro de consolidação faz com que seja necessário consolidar a dívida que existia nas empresas adquiridas (no valor de 34,5 milhões de euros), sendo que o custo com a aquisição das participações foi de aproximadamente 31 milhões de euros”.

Dividendo extra de 8 cêntimos

Num outro comunicado, a empresa anunciou a convocatória de uma assembleia geral de acionistas extraordinária a realizar no dia 29 de novembro. Entre as propostas em cima da mesa estão a distribuição de um dividendo de oito cêntimos. No total, a Corticeira propõe-se pagar 10,6 milhões de euros de dividendos.

“O sólido crescimento da atividade e dos resultados ao longo dos últimos exercícios, bem como as perspetivas para o exercício corrente, vêm permitindo à Corticeira Amorim gerar cash flows crescentes, sendo assim possível efetuar uma distribuição de reservas aos acionistas sem colocar em causa a manutenção de uma eficiente estrutura de capitais”, justifica a empresa.

O pagamento deste dividendo acontece depois de já este ano a empresa ter pago um dividendo de 18 cêntimos por ação aos acionistas. De resto, já o ano passado a empresa de Rios Amorim pagou no final do ano um dividendo extraordinário semelhante ao proposto agora.

"O sólido crescimento da atividade e dos resultados ao longo dos últimos exercícios, bem como as perspetivas para o exercício corrente, vêm permitindo à Corticeira Amorim gerar cash flows crescentes, sendo assim possível efetuar uma distribuição de reservas aos acionistas sem colocar em causa a manutenção de uma eficiente estrutura de capitais.”

Corticeira Amorim

CMVM

(Notícia atualizada às 17h40)

Comentários ({{ total }})

Corticeira aumenta lucros e paga dividendo extra de oito cêntimos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião