Moody’s “nota positivamente” venda de malparado do Montepio

  • Rita Atalaia
  • 7 Novembro 2017

A agência de notação considera que a titularização de uma carteira de 580 milhões de euros em crédito malparado por parte do Montepio abre a porta a operações semelhantes no futuro.

A Moody’s está satisfeita com a titularização de uma carteira de 580 milhões de euros em crédito malparado anunciada pelo Montepio. A agência de notação considera que este passo abre a porta a outras operações semelhantes. Uma medida que se insere no plano do banco liderado por Félix Morgado para reduzir os ativos não estratégicos.

“A Moody’s nota positivamente que o banco titularizou recentemente uma carteira de 580 milhões de euros em crédito malparado [inclui exposições dentro e fora do balanço], o que terá um impacto positivo de perto de 200 pontos base no rácio de NPL do banco“, refere a agência de notação numa nota, ao mesmo tempo que afirmou os ratings do programa de dívida sénior e depósitos da instituição financeira. O banco teria, segundo a Moody’s, um rácio de crédito malparado de cerca de 19%.

A Moody’s nota positivamente que o banco titularizou recentemente uma carteira de 580 milhões de euros em crédito malparado [inclui exposições dentro e fora do balanço], o que terá um impacto positivo de perto de 200 pontos base no rácio de NPL do banco.

Moody's

A agência reconhece ainda que “esta titularização prepara terreno para operações semelhantes num futuro próximo, o que pode ajudar o banco a diminuir mais a elevada exposição a ativos problemáticos”.

Foi na segunda-feira que o Montepio colocou à venda uma carteira de crédito malparado. O valor da carteira, avançado em comunicado à CMVM, é de 580.574.172 euros. Esta solução para o malparado insere-se no Plano Estratégico de 2016-2018, através do qual o banco pretende reduzir os ativos não estratégicos.

Já no mês passado o banco conseguiu uma colocação de 750 milhões em obrigações hipotecárias no mercado internacional. As propostas de mais de 140 investidores, que totalizaram três mil milhões de euros, permitiram ao Montepio fixar os seus custos de financiamento em 0,875% por ano ao longo dos cinco anos da transação.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Moody’s “nota positivamente” venda de malparado do Montepio

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião