Corticeira Amorim paga dividendo extra a 14 de dezembro

Dividendo extraordinário de oito cêntimos será distribuído pelos acionistas a partir de 14 de dezembro, informou hoje a Corticeira Amorim após luz verde da assembleia geral.

A Corticeira Amorim COR 0,38% vai pagar um dividendo extra de oito cêntimos no dia 14 de dezembro, anunciou a empresa esta quarta-feira em comunicado enviado ao mercado após a aprovação da proposta em assembleia geral.

No total, a Corticeira Amorim propõe-se distribuir 10,6 milhões de euros pelos acionistas, uma decisão que surge depois do “sólido crescimento da atividade e dos resultados ao longo dos últimos exercícios, bem como as perspetivas para o exercício corrente, vêm permitindo à Corticeira Amorim gerar cash flows crescentes”.

“Sendo assim é possível efetuar uma distribuição de reservas aos acionistas sem colocar em causa a manutenção de uma eficiente estrutura de capitais”, justificou a empresa aquando da convocação da assembleia geral no início deste mês.

O pagamento deste dividendo acontece depois de já este ano a empresa ter pago um dividendo de 18 cêntimos por ação aos acionistas. De resto, já o ano passado a empresa de Rios Amorim pagou no final do ano um dividendo extraordinário semelhante ao proposto agora.

A empresa lembra que “os acionistas que não tenham ainda procedido à conversão das suas ações tituladas em ações escriturais não poderão exercer o respetivo direito a dividendos até que efetuem a referida conversão, sendo tais dividendos pagos logo que efetuada a conversão”.

A Corticeira Amorim fechou os primeiros nove meses do ano com lucros de 56,4 milhões de euros, um crescimento de 2,1% face ao período homólogo do ano anterior.

As ações da Corticeira estão a valorizar 0,93% para os 11,68 euros, acumulando um ganho de 37% desde o início do ano.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Corticeira Amorim paga dividendo extra a 14 de dezembro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião