Cuatrecasas líder de M&A na Península Ibérica

Logo a seguir - com um total de 86 operações - está a Garrigues, também com presença em Portugal. E na terceira posição a Uría Menendez. Dados foram publicados no dia 4 de Janeiro pelo Mergermarket.

A Cuatrecasas é a sociedade de advogados líder no mercado ibérico de fusões e aquisições (M&A) atendendo ao número de operações que assessorou juridicamente em 2017. Os dados são da Mergermarket, agência de informação financeira que monitoriza o setor da advocacia, e indicam que a Cuatrecasas assessorou um total de 91 operações de M&A na Península Ibérica, que somam um valor global de 6216 milhões de euros. A Cuatrecasas está representada em Portugal mas este balanço refere-se ao mercado quer no nosso país, quer em Espanha.

Logo a seguir – com um total de 86 operações – está a Garrigues, também com presença em Portugal. E na terceira posição a Uría Menendez, que em Portugal está representada pela Uría Menendez Proença de Carvalho, com um total de 55 operações. Nesse mesmo ranking está ainda referenciada a Linklaters – com escritório também em Lisboa – com um total de 32 operações.

O relatório “Global and regional M&A Report FY 2017” publicado dia 4 de Janeiro mostra que no mercado português, a Cuatrecasas representou 16 operações com um valor global de 635 milhões de euros. A Linklaters e a Garrigues – mais uma vez no mercado em Portugal – estão em segundo lugar, em ex-aequo com nove operações. Seguida da MLGTS, Uría e PLMJ, com um total, cada uma, de oito operações.

Segundo comunicado da Cuatrecasas enviado à Advocatus, entre algumas das principais operações assessoradas pela Cuatrecasas em 2017 poderão destacar-se: em Portugal, a assessoria jurídica prestada à Saeta Yield na compra da Lestenergia por 186 milhões de euros, à Alantra Private Equity na venda da Probos ao grupo alemão Dollken-Kunststoffverarbeitung / Surteco por 99 milhões de euros, à Artá Capital na aquisição da Gascan à Explorer por 70 milhões de euros, à Pepper Group Limited na compra do Banco Primus por 65 milhões de euros, à Vialagus na aquisição da Vimeca Transportes por 35 milhões de euros e à Adira na sua venda à Sonae Capital por 16 milhões de euros.

Já em Espanha, a assessoria à Towerbrook, Torreal e Península na compra da Aernnova, à Centerbridge na venda da Vela Energy à Sonnedix por 600 milhões de euros, à 3i na venda do Grupo Mémora Servicios Funerarios à Ontario.

A Mergermarket considera, nos seus rankings, apenas as operações de M&A avaliadas em mais de cinco milhões de dólares (4.37 milhões de euros) e em que seja transacionada mais de 30% de participação – este segundo critério deixa de ser aplicado em operações avaliadas em mais de 87.59 milhões de euros.

Operações cujo valor é confidencial são incluídas nos casos em que a faturação da empresa alvo da transação (target) é superior a 10 milhões de dólares (8.76 milhões de euros).

O critério geográfico do presente relatório e tabelas abaixo incide em operações cujo alvo da transação (target) ou o comprador (bidder) estão baseados em Portugal e integra também transações em que o vendedor está sedeado em Portugal, mesmo que o ativo não esteja.

Há operações que pontuam tanto na tabela Portugal como na tabela Espanha. Por exemplo, num caso em que uma empresa de Portugal seja adquirida a uma empresa espanhola por uma empresa francesa. Portanto, a tabela Ibérica não resulta, nem em valor nem em quota de mercado, de uma soma simples das tabelas nacionais.

Comentários ({{ total }})

Cuatrecasas líder de M&A na Península Ibérica

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião