Revogada licença offshore do Banco BPI em Macau

  • Lusa
  • 15 Janeiro 2018

Ordem executiva foi publicada esta segunda-feira em Boletim Oficial. Autorização tinha sido concedida ao BPI em 2005.

A autorização concedida ao Banco Português de Investimento (BPI) para o estabelecimento de uma instituição financeira ‘offshore’ sob a forma de sucursal em Macau foi revogada, indica uma ordem executiva publicada hoje em Boletim Oficial.

A revogação da autorização, que tinha sido concedida ao BPI em 2005, entra em vigor na terça-feira.

O BPI e a Caixa Geral de Depósitos (CGD) eram os dois únicos bancos portugueses a operar uma licença ‘offshore’ no final do ano passado.

No verão passado, a CGD anunciou que pretendia fechar, até ao final de 2017, as sucursais ‘offshore’ em Macau e nas Ilhas Caimão, territórios considerados como paraísos fiscais.

O Banco Comercial Português (BCP) também chegou a operar como sucursal ‘offshore’ de 1993 até 2010, ano em que obteve licença plena de operação.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Revogada licença offshore do Banco BPI em Macau

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião