MLGTS elege três novos sócios com atividade em Macau

Os novos sócios da MLGTS são Gonçalo Mendes da Maia (agora sócio de indústria e previamente sócio contratado da MLGTS), João Encarnação e Rui Pinto Proença (novos sócios contratados).

Num contexto de continuado dinamismo e desenvolvimento da rede internacional MLGTS Legal Circle, três sócios da MdME- Lawyers and Notaries, – membro da rede em Macau e China – acabam de ser eleitos para integrar o partnership da Morais Leitão, Galvão Teles Soares da Silva & Associados (MLGTS).

Os novos sócios da MLGTS são Gonçalo Mendes da Maia (agora sócio de indústria e previamente sócio contratado da MLGTS), João Encarnação e Rui Pinto Proença (novos sócios contratados). A sua integração ocorre numa altura em que a MdME e a MLGTS Legal Circle se preparam para em breve anunciar ambiciosos planos de expansão na China.

Gonçalo Mendes da Maia é sócio fundador da MdME e nos últimos doze anos esteve envolvido nas principais transações e projetos em Macau, enquanto advogado especializado em Bancário e Financeiro e Imobiliário, representando investidores e promotores, bem como instituições financeiras da região.

João Encarnação é sócio fundador da MdME com significativa experiência em Propriedade Intelectual, Tecnologia e Telecomunicações e Contencioso, representando e assistindo inúmeros clientes locais e internacionais. É também Notário Privado, com atividade na área do imobiliário em Macau.

Rui Pinto Proença coordena a área de Corporate/M&A da MdME, tendo uma extensa experiência em fusões e aquisições nos mais diversos setores de atividade, com especial destaque para o setor do jogo e aposta. Trabalha regularmente com fundos de private equity, na sua estruturação e operações, aconselhando no contexto de ofertas públicas iniciais de interesses de Macau na bolsa de valores de Hong Kong.

João Soares da Silva, Chairman, e Nuno Galvão Teles, managing partner da MLGTS, referiram estar “muito entusiasmados com a abertura deste novo ciclo de expansão e desenvolvimento da presença na Ásia da MLGTS Legal Circle, iniciada em 2013. O alto nível de profissionalismo e capacidade de liderança demonstrados pela MdME justificaram o convite a três dos seus sócios, que continuarão dedicados à atividade internacional na MdME e na Ásia, para se juntarem ao corpo dos sócios da MLGTS”, explica fonte oficial do escritório.

“Tal como já sucede nos escritórios da MLGTS Legal Circle em Angola e em Moçambique, a presença de sócios da MLGTS à frente das operações internacionais da rede é uma garantia muito relevante de padrões comuns de qualidade de serviço aos nossos clientes, bem como de desenvolvimento do papel crescente que queremos continuar a assegurar no fluxo crescente da atividade económica entre a República Popular da China e a Europa e África, com especial incidência em Portugal e nos países de expressão oficial portuguesa”.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

MLGTS elege três novos sócios com atividade em Macau

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião