Quatro sociedades nomeadas nos Chambers Africa Awards

Na lista de nomeados estão as portuguesas Abreu Advogados, a Miranda & Associados, a PLMJ e a Vieira de Almeida & Associados.

A PLMJ, a Abreu Advogados, a Miranda & Associados, a Tauil & Chequer Advogados com a Mayer Brown e a Vieira de Almeida & Associados estão nomeadas para os prémios Chambers Africa Awards 2018, na categoria “Lusophone Africa Law Firm of the Year”.

Na PLMJ, com destaque para a GLA (Angola) e pela TTA (Moçambique), nomeadamente nas áreas de Corporate, M&A, Employment, Commercial Contrats, Tax, Regulatory e Foreign Investment and Foreign Exchange, segundo comunicado do escritório enviado à Advocatus.

A nomeação da PLMJ surge na sequência da assessoria jurídica que tem vindo a ser desenvolvida pela PLMJ Network em várias jurisdições, a vários clientes e nos mais variados setores de atividade, envolvidos em projetos estruturais e emblemáticos no mercado africano, como seja a assessoria na implementação do projeto e da nova fábrica da Heineken em Moçambique.

Para Bruno Xavier de Pina, sócio e Coordenador da Angola Desk “a nomeação para “Lusophone Africa Law Firm of the Year” nos Chambers Africa Awards 2018 traduz a qualidade do trabalho que os nossos escritórios em África, particularmente em Angola e Moçambique, têm desenvolvido ao longo dos anos em benefício dos nossos Clientes. É, sem dúvida, mais uma fonte de motivação para os advogados não só destas equipas mas de toda a Network e traduz também a confiança que os Clientes PLMJ depositam nos nossos serviços.”

Miguel Spinola, sócio e Coordenador da Moçambique Desk da PLMJ refere que “É com enorme satisfação e orgulho que vemos o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pela PLMJ Network em projetos emblemáticos no mercado africano ser reconhecido por uma publicação da credibilidade da Chambers Africa Awards 2018. É um reconhecimento do nosso crescimento e afirmação nesses mercados e da qualidade dos nossos serviços, e que só nos motiva a fazer mais e melhor e em continuar esta nossa aposta no potencial destes mercados, acompanhando os nosso Clientes nos seus investimentos”.

“A Abreu Advogados é hoje amplamente reconhecida na África Lusófona, tendo uma carteira de clientes nacionais e internacionais bastante diversificada em Angola, Moçambique e Cabo Verde, destacando-se em 2017 a assessoria em projetos de financiamento de grandes infraestruturas, retalho e exploração de recursos naturais. É, pois, com enorme satisfação que recebemos a nomeação para Lusophone Africa Law Firm of the Year, reflexo da forte aposta que temos vindo a realizar ao longo dos anos e da qualidade das nossas equipas e parceiros locais”, afirma José Maria Corrêa de Sampaio, co-responsável pela desk de Moçambique da Abreu Advogados.

 

 

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Quatro sociedades nomeadas nos Chambers Africa Awards

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião