Antiga presidente da Anacom vai para o BPI

Fátima Barros vai exercer os cargos de administrador e de membro da Comissão de Auditoria e Controlo Interno do BPI, anunciou o banco esta segunda-feira.

Fátima Barros, antiga presidente da Anacom, foi designada pelo conselho de administração do Banco BPI como nova administradora e como membro da Comissão de Auditoria e Controlo Interno.

A decisão encontra-se sujeita a aprovação pelos acionistas do BPI na próxima assembleia geral, segundo revelou o banco em comunicado enviado esta segunda-feira à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Fátima Barros foi presidente do regulador das telecomunicações entre 2012 e 2017 e é atualmente professora associada de Economia na Lisbon School of Business & Economics (Católica LSBE) da Universidade Católica de Lisboa, de acordo com a nota enviada pela instituição às redações.

A nova administradora do BPI é licenciada em Economia pela Universidade Católica Portuguesa e Mestre e Doutorada em Economia pela Universidade Católica de Lovaina (Bélgica). Desempenhou em 2015 o cargo de presidente do Organismo de Reguladores Europeus das Comunicações Eletrónicas (BEREC).

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Antiga presidente da Anacom vai para o BPI

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião