Jumbo rouba liderança ao Continente. Veja os supermercados mais baratos em Portugal

Continente volta a perder liderança do ranking dos supermercados com preços mais baixos para Jumbo. Família que gaste 150 euros por mês consegue poupar até 250 euros, por ano, nesta cadeia.

Depois de ter perdido, em outubro do ano passado, o título de supermercado campeão dos preços baixos, o Jumbo recupera agora a liderança. Segundo um estudo da Deco Proteste, neste supermercado, uma família que gaste 150 euros por mês consegue poupar até 250 euros anuais (comparativamente com outras cadeias).

Em segundo lugar no ranking, aparecem o Continente e o Continente Modelo (antigos líderes), com uma média de preços 2% mais cara para um mesmo cabaz de produtos. Já no último lugar do pódio, fica o Pingo Doce, que consegue assim subir um lugar na tabela: em outubro de 2017, esta cadeia oferecia produtos 10% mais caros que o líder. Agora, a diferença é de 7%.

Mais atrás na corrida surgem o Lidl e o Minipreço. Nessas cadeias, comprar o mesmo cabaz significa gastar mais 14% do que no Jumbo. Quanto às regiões portuguesas onde é possível poupar mais, é em Lisboa, Porto e Setúbal que se consegue magoar menos a carteira, se se escolher o supermercado certo.

Para este estudo, a Deco Proteste usou como referência um cabaz constituído por produtos de marcas próprias de gama média de cada uma das lojas e marcas de fabricante. No total, foram recolhidos mais de 100 mil preços para um conjunto de 141 produtos, em 70 concelhos. Não foram, no entanto, considerados os descontos em cartão, nem as promoções condicionadas (que obriguem à aquisição de outros produtos para desfrutar do desconto).

Nas ilhas, a história é diferente

Nos arquipélagos da Madeira e dos Açores, o título de campeão dos preços baixos pertence a outras cadeias que não o Jumbo. No primeiro caso, é o Pingo Doce a liderar o ranking, e no segundo é o Continente Modelo a ocupar o primeiro lugar.

Já na comparação dos preços em loja física e nas lojas online, o campeão nacional mantém-se. O Jumbo é o supermercado que oferece os produtos mais baratos no mundo virtual, desde 2016. O Continente aparece em segundo lugar com preços 2% mais caros do que o Jumbo, para o mesmo cabaz de referência.

No último lugar do pódio, aparece o Intermaché (que nunca tinha estado tão próximo do líder da tabela), seguido pelo El Corte Inglés. Na última posição, está a Froiz.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Jumbo rouba liderança ao Continente. Veja os supermercados mais baratos em Portugal

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião