UE faz alterações à lista negra de paraísos fiscais

  • Lusa
  • 13 Março 2018

O conselho de ministros da UE retirou o Bahrein, as Ilhas Marshall e Santa Lucia da lista e acrescentou as Bahamas, São Cristóvão e Nevis e as Ilhas Virgens Americanas.

Os ministros das Finanças da União Europeia (UE) retiraram o Bahrein e outras duas jurisdições da lista negra de paraísos fiscais e acrescentaram outras três, incluindo as Bahamas.

O conselho de ministros da UE (Ecofin) retirou o Bahrein, as Ilhas Marshall e Santa Lucia da lista e acrescentou as Bahamas, São Cristóvão e Nevis e as Ilhas Virgens Americanas.

A lista de jurisdições que não cumprem as regulações europeias e que poderão sofrer sanções dissuasivas se nada mudarem em matéria de transparência e cooperação fiscal.

A lista negra continua a incluir um total de nove jurisdições, todas fora da UE: a Samoa, Baamas, Namíbia, Palau, São Cristóvão e Nevis, Trinidade e Tobago e as Ilhas Virgens Americanas.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

UE faz alterações à lista negra de paraísos fiscais

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião