Produção industrial dá gás a Wall Street que regista os primeiros ganhos da semana

A produção industrial nos EUA acelerou em fevereiro, animando as bolsas norte-americanas, que só tinham assistido a perdas durante esta semana. Preço do petróleo subiu e beneficiou o setor energético.

As bolsas norte-americanas fecharam em alta esta sexta-feira, perante a divulgação de dados económicos otimistas e num contexto de subida dos preços do petróleo, que beneficiaram as empresas do setor energético.

O S&P 500 encerrou a valorizar 0,13%, enquanto o tecnológico Nasdaq subiu 0,02% para. Já o industrial Dow Jones avançou 0,22%. Com estas subidas, Wall Street evitou aquela que poderia ter sido a primeira semana com cinco perdas consecutivas desde o início do ano.

Os mercados acionistas têm estado sob pressão face aos receios de que as medidas protecionistas do Presidente Donald Trump possam desencadear uma guerra comercial com a Europa e o Japão. No entanto, esses receios foram postos de parte, após a divulgação de dados económicos que apontam para que a produção industrial norte-americana tenha acelerado para 1,1% em fevereiro.

O setor energético acabou por beneficiar mais desta sessão face a uma subida dos preços do petróleo e que, segundo a Reuters, terá ditado perdas significativas a especuladores que detinham posições curtas em companhias do setor.

Em causa está uma rara entrevista do príncipe da Arábia Saudita, Mohammed bin Salam, ao programa 60 Minutes da CBS, que tem sido altamente antecipada pelos mercados e que será emitida no domingo. O preço do barril de petróleo negociado em Nova Iorque, para entrega em abril, avançava 1,80% para 62,29 dólares perto da hora de fecho da sessão.

Comentários ({{ total }})

Produção industrial dá gás a Wall Street que regista os primeiros ganhos da semana

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião